Conheça as principais causas da evasão escolar

A cada ano, um grande número de alunos menores de idade abandonam os estudos. Com o passar do tempo, isso pode resultar em um empobrecimento da população em termos de cultura e conhecimento. Entretanto, para que a escola possa “fazer a sua parte” de modo a combater o problema, é necessário, antes de mais nada, entender as causas da evasão escolar.

Uma saída encontrada por muitas instituições são os relatórios de gestão escolar. A partir deles, é possível utilizar a tecnologia para mensurar o desempenho de cada aluno individualmente. Também se trata de uma maneira eficaz de identificar indícios que costumam aparecer antes que a evasão seja consumada de fato.

Para você entender melhor o mecanismo da evasão escolar, listamos abaixo os principais motivos que costumam desencadeá-la. Confira!

Necessidade de ir cedo para o mercado de trabalho

Muitas famílias vivem em condições financeiras que não são favoráveis, o que dificulta manter os filhos na escola. Alguns jovens acabam abandonando os estudos já que, ao chegarem à adolescência, teoricamente já estão aptos a ingressar no mercado de trabalho e podem contribuir para o sustento familiar.

Nem sempre é possível conciliar trabalho e estudos: às vezes há incompatibilidades de horários, custos e falta de tempo, fatores que prejudicam a permanência do aluno em instituições de ensino. Isso desencadeia uma situação contraditória no futuro: o aluno abandona os estudos para poder trabalhar. Anos mais tarde, quando deseja cargo e salário melhores, não os consegue por não ter concluído os estudos.

É isso que leva muitas pessoas adultas de volta à escola. Entretanto, esse fator causa discrepância no ambiente escolar, que precisa desenvolver mecanismos, horários e grupos etários diferenciados para atender a esse público. É por isso que se trata de uma realidade que preocupa diretores e educadores.

Pouco investimento em tecnologia

Alguns alunos abandonam a escola por mero desinteresse. É claro que, muitas vezes, isso ocorre devido a fatores internos do próprio aluno, mas há também casos nos quais a má qualidade do ensino influencia essa questão. Hoje em dia, vivemos em uma sociedade altamente informatizada: a maioria dos alunos está acostumada a conviver com a tecnologia fora da escola.

Inseri-la também no ambiente de ensino certamente fará com que os estudantes se sintam mais motivados a prosseguir em sua vida escolar. Além de contribuir para que o conteúdo ministrado em sala de aula se torne mais atraente, as tecnologias ainda permitem um acompanhamento do aluno, de modo a identificar possíveis dificuldades e fatores que levam ao risco de evasão escolar.

Falta de acompanhamento contínuo

A chamada é importante para avaliar a frequência dos alunos. Ademais, ir à escola é fundamental para compreender a matéria e obter bom desempenho. Se essa questão for negligenciada, pode ser que o aluno se desmotive e abandone os estudos. Além disso, a chamada pode servir para promover uma aproximação entre aluno e professor.

Trata-se de um momento em que o educador tem a oportunidade de conhecer o aluno pelo nome e interagir diretamente com ele. Além disso, a realização das tarefas de casa e a entrega dos trabalhos propostos servem como uma espécie de termômetro.

Um aluno que falta demais e deixa diversas atividades para trás tem grande propensão à evasão escolar. Caso ele seja menor de idade, é importante comunicar os pais sobre tal conduta, para que eles possam trabalhar em conjunto com a escola, de modo a buscar a solução.

Gravidez na adolescência e envolvimento com drogas

A maternidade precoce é responsável pela saída de várias jovens do ambiente escolar: elas abandonam os estudos pela necessidade de dedicar-se inteiramente aos filhos. Além disso, um outro problema que ronda a adolescência é o uso de drogas e o envolvimento com atividades ilegais.

Há alunos que, por terem adentrado no mundo das drogas ou mesmo do crime, acabam por deixar os estudos. E por isso é importante que as escolas adotem programas de conscientização sobre métodos contraceptivos e drogas. Além disso, há indícios no comportamento desses jovens que denotam que há algo errado. Essa questão deve ser trabalhada em conjunto pela escola e pela família.

Dificuldades de aprendizagem

Há alunos que passam por reprovações consecutivas devido a transtornos e déficit de aprendizagem. Quando não recebem a devida atenção, esses problemas podem levar à desmotivação do aluno, que acaba por abandonar os estudos, acreditando não ser capaz de aprender como os demais.

Não precisamos nem dizer que tal situação vai além dos muros escolares, provocando efeitos psicológicos negativos, que se estendem pela vida familiar e social. Entretanto, a observação do aluno no dia a dia escolar permite a identificação de fatores que sugerem algum tipo de dificuldade. É importante entender que cada estudante aprende no seu próprio ritmo e que alguns demandam maior atenção.

A permanência do aluno na escola

Um dos principais objetivos das escolas deve ser promover o ensino igualitário a todos os seus alunos e evitar, ao máximo, a evasão. Para isso, podem ser utilizados os relatórios de gestão, que são ferramentas tecnológicas que permitem uma visão mais ampla sobre a situação de cada um.

A implantação de softwares específicos para escolas permite que a frequência, as notas e o desempenho diário do aluno sejam acompanhados por professores e diretores. A facilidade para visualizar informações na tela e a vantagem de poder acessá-las a partir de qualquer máquina permite um acompanhamento mais próximo e estruturado.

Além disso, os dados podem ser integrados, de modo a fornecer relatórios que permitam uma visão mais generalizada da situação. Um aluno que apresenta baixa frequência, notas vermelhas e desinteresse pela realização de atividades complementares certamente demanda atenção: trata-se de um forte candidato à evasão escolar.

Depender somente da memória (ou de planilhas simples) para associar esses fatores não é o suficiente: já que vivemos em um período tecnológico, por que não valer-se das ferramentas que temos para diminuir as taxas de evasão nas escolas?

Como podemos ver, a evasão escolar está associada a diversos fatores que vão desde o âmbito escolar até questões sociais e familiares. De qualquer forma, a utilização da tecnologia permite mensurar e trabalhar de modo a combater esses fatores.

Agora que você já conhece as causas da evasão escolar, se deseja aderir a um programa preventivo, entre em contato conosco e conheça nossas ferramentas.

Trackback do seu site.

Deixe um comentário

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.

Share This