Desvendando as principais estratégias de captação de alunos!

Para quem atua na gestão escolar, é muito importante saber como executar o contato com o público-alvo da melhor forma. Por isso, ter estratégias de captação de alunos bem definidas é, sem dúvidas, essencial para manter a escola sempre em crescimento e tornar a instituição de ensino mais solidificada para novos investimentos.

Para que essa ação dê certo, o ideal é que você tenha tempo para desenvolvê-la da melhor forma, além de pensar em todos os detalhes que a captação de alunos exige. Lembre-se de que a tarefa pode parecer difícil ou muito trabalhosa, mas, se realizada seguindo metas e objetivos, tudo tende a dar certo, podendo sair melhor do que o planejado.

Para ajudar você com isso, reunimos as informações mais importantes para realizar boas estratégias de captação de alunos. Boa leitura!

A importância do planejamento na captação de alunos

Você sabia que, mesmo que a sua escola esteja com um bom número de matrículas já realizadas, é importante saber como reter alunos e ter uma boa imagem? Isso é essencial, pois pode ajudar bastante na sua estratégia de captação de estudantes.

Lembre-se de que, apesar de um bom cenário, é sempre bom se precaver para potencializar as matrículas para o próximo ano letivo. Afinal, você não tem como saber exatamente se acontecerão grandes mudanças, principalmente quanto ao fim de contratos e perda de fluxo de caixa.

Então, um bom planejamento para conseguir resultados melhores na captação de alunos é, de fato, essencial para a sua escola. Além de tudo isso que já citamos, é bom você ter em mente que esse caminho é o que pode ditar como a instituição de ensino será vista e conhecida, bem como levá-la a um ótimo alcance dentro da comunidade de que faz parte.

Para reforçar esse conceito, existe uma grande diferença entre fazer apenas propaganda por um determinado ciclo, principalmente no período de matrícula escolar, e um eficiente marketing para escolas durante todo o ano.

Nesse último caso, mesmo quando não for a época de matrículas, os alunos e seus responsáveis saberão tudo sobre a escola e poderão se programar para as mudanças, o que significa que, dentre as estratégias de captação de alunos, o contato frequente com eles tem como potencial resultado a criação de laços, simpatia e maior interesse pela escola.

5 pontos essenciais para a captação de alunos

Agora, pensar em como colocar essas ideias em prática é o próximo passo. Não se esqueça de que isso faz parte do planejamento para a captação de alunos e que, seguindo um direcionamento, as ações têm grande potencial de sucesso. Uma outra dica é até mesmo conversar com outros profissionais da área e trocar algumas informações sobre isso.

Veja, abaixo, os pontos que você precisa considerar:

1. Crie um canal de comunicação eficiente

Quem não se comunica corre o sério risco de ficar no esquecimento ou ser tachado como pouco relevante. E isso também está ligado às escolas, pois é inegável a enorme quantidade de instituições de ensino existentes hoje no Brasil, certo? Portanto, a primeira regra a ser seguida é realmente desenvolver um canal em que você fale e seja ouvido pelo seu público-alvo.

Mas o que seriam esses canais? Aqui, pode ser de tudo um pouco, desde que tenha importância e use as linguagens apropriadas. Por exemplo, se você já detectou que os pais ou responsáveis acessam sites com frequência, eis uma boa opção de investimento como canal de comunicação. Agora, se eles são mais ativos nas redes sociais, aposte nisso também.

Outro detalhe é que as mídias tradicionais não podem ser esquecidas. Nesse caso, estamos falando de materiais impressos e telefone. Lembre-se de que muitas pessoas ainda são ávidas por esse tipo de comunicação e, muitas vezes, priorizam que o contato seja feito por meio desses meios.

O que importa é que você construa o melhor canal de comunicação, que ele passe a mensagem certa, de forma eficiente, rápida e com o impacto necessário para estar entre boas estratégias de captação de alunos.

2. Entenda seu público-alvo

Você já pensou que pode estar se comunicando com as pessoas erradas ou até mesmo movendo esforços para um público que não tem interesse nas questões escolares? Pois é, infelizmente, isso pode acontecer quando não se faz um bom planejamento para a captação de alunos. Isso quer dizer que entender seu público-alvo deve ser uma prioridade!

Uma das formas de fazer isso é com a ajuda de uma boa pesquisa, seja ela entre os próprios estudantes ou entre os pais ou responsáveis. Quando se fala de conhecer e entender as pessoas que têm interesse pela sua escola, isso quer dizer que quanto mais informações você tiver, melhor será o perfil traçado, trazendo mais benefícios para a comunicação.

Ou seja, a partir do momento em que você realmente sabe quem é o público-alvo da instituição, o contato será eficaz e direcionado para quem tem potencial de ser seu cliente. Afinal, apesar de estarmos falando de uma escola, não se esqueça de que ela é uma empresa do setor privado voltada para a área de educação, mas, ainda assim, uma empresa.

Então, faça o possível para entender quem são as pessoas que você quer atingir, que a instituição tem como metas ganhar espaço e chamar atenção — sendo isso essencial para a captação e fidelização de alunos.

3. Aposte na divulgação

Divulgar seu trabalho e toda a estrutura da escola é outro tópico que precisa ser considerado. Por meio de uma boa divulgação, você verá que as pessoas receberão ao menos as informações mais importantes sobre o processo de matrícula e todas as vantagens de confiarem a educação de seus filhos à sua instituição.

A divulgação é uma das formas de comunicação mais interessantes para conseguir atrair um público que ainda não conhece sua escola. E isso pode ser feito em canais que fazem parte do dia a dia das pessoas, como rádio, televisão e internet. Além deles, jornais e revistas também podem ser um bom espaço para essa estratégia.

Mas, se você estiver com o orçamento um pouco mais apertado, não precisa desanimar e pensar que não há outra forma de divulgar. Às vezes, uma boa propaganda boca a boca funciona de um jeito surpreendente e pode angariar novos alunos de uma forma prática, sem grandes investimentos. 

Para uma divulgação nesse estilo, é preciso unir uma força-tarefa de todos os docentes do colégio para, juntos, começarem a incentivar pais e alunos a convidar outras crianças e adolescentes para conhecer de perto a instituição.

Uma ótima dica é fazer uma espécie de “portas abertas” em um final de semana, apresentando a estrutura da escola. Uma indicação é um ótimo sinal de que a escola vai bem.

4. Invista em novos modelos de ensino

Mais um ponto que pode dar muito certo entre as suas estratégias de captação de alunos é apostar em modelos inovadores de ensino. Se você basear seu planejamento em mostrar o quanto é benéfico a criança ou adolescente estudar com você, terá maiores chances de chamar a atenção necessária. E isso poderá se converter em mais matrículas!

Só para que fique mais claro para você, apostar em novos modelos de ensino tem a ver com propostas pedagógicas modernas e que, de fato, sejam novas e interessantes para o desenvolvimento dos alunos. Uma boa ideia é desenvolver projetos que estimulem e despertem o desejo pela pesquisa, além de participação ativa nas salas de aula.

Atividades que estejam ligadas a questões de meio ambiente, sustentabilidade, tecnologia e esportes podem ser um grande diferencial nos dias de hoje. Assuntos que contem com uma riqueza maior de detalhes sobre história, línguas e geografia também podem ser uma aposta muito boa e que ganha os alunos, se desenvolvida de maneira eficiente!

5. Vá além da sala de aula

Esta dica está ligada ao acesso à tecnologia que os jovens têm atualmente. Se antes o que valia era ficar em sala de aula e sair pouquíssimas vezes para oferecer dinamismo ao ministrar assuntos, hoje isso é totalmente ao contrário! Com o acesso à internet, celulares, aplicativos, vídeos em tempo real e tantos outros, conseguir atenção parece tarefa difícil.

Mas isso pode mudar caso você realmente aposte em aulas mais interessantes e que sejam totalmente voltadas para a participação das crianças e adolescentes. Quanto mais práticas os professores colocarem nas aulas, melhor. Quanto mais recursos tiverem disponíveis para modernizar as aulas, também melhor.

Ouse e abra a mente de todo o corpo docente ao propor dias de ensino diferentes e que envolvam e engajem os estudantes. Dentre as estratégias de captação de alunos, essa pode ser uma das mais promissoras, já que, ao se sentirem satisfeitos com os métodos de ensino, muitos dos alunos tendem a falar bem da escola e a chamar outros amigos para lá.

Estratégias de captação e contato em redes sociais

Como já falamos, usar as redes sociais na captação de alunos é uma ótima estratégia e que pode dar muito certo. Por isso, para que você consiga alcançar números interessantes de novas matrículas, aposte nesse meio de comunicação e se torne referência de informação sobre vários assuntos. Sim, isso é possível!

Para começar, é bom contar com uma equipe especialista em linguagens da internet, bem como em funções das redes sociais. Vale lembrar que, em cada uma delas, existem nichos diferentes e formas de contato ricas em detalhes que não podem ficar de lado. Facebook, Instagram e Twitter são hoje as plataformas mais importantes para se apostar.

Confira, abaixo, algumas dicas essenciais para estreitar esse relacionamento:

Defina qual o canal para a comunicação com os alunos

Assim como falamos sobre os canais de comunicação mais importantes para a sua escola, com as redes sociais, isso também é essencial. Neste caso, porém, você precisa checar qual ou quais delas têm uma entrada maior na vida dos alunos, dos pais ou responsáveis. Isso quer dizer que ter foco no que interessa é o mais importante.

É bom frisar que o Facebook, por exemplo, é o canal preferido para muitos especialistas em marketing. Porém, de uns tempos para cá, a plataforma tem mudado drasticamente sua forma de anúncios, e algumas empresas têm deixado de apostar ativamente nela. Mesmo assim, o Facebook ainda é, de longe, a rede social mais acessada atualmente.

De qualquer forma, meios alternativos, como Instagram, Pinterest, Google+ e até canais de vídeo (YouTube, por exemplo), são muito válidos e também bem acessados. Você pode também escolher alguns desses e apostar com tudo, desenvolvendo conteúdos bem interessantes para o seu público-alvo.

Crie os melhores conteúdos

Quanto mais as pessoas ficam na internet, mais elas têm consumido materiais como artigos e textos em geral. Com isso, a produção de conteúdo é a aliada perfeita na hora de conquistar leitores e fidelizar as pessoas de seu interesse. Aqui, como estamos falando de um universo escolar, o bacana é apostar em assuntos dentro desse meio.

Mas atenção: você não pode exagerar nas palavras, ser sério demais ou usar muitas gírias. O cuidado com a linguagem é essencial para que o impacto seja positivo e as pessoas continuem a visitar a sua página sempre que quiserem se informar. Tente desenvolver conteúdos leves e que sejam relevantes, mas sem se esquecer de trazer umas pitadas de descontração.

Lembre-se de que existem muitos outros meios de comunicação e plataformas que as pessoas podem acessar; se elas escolhem seu canal, é porque viram algo interessante. Então, não perca essa oportunidade e desenvolva conteúdos sempre com algo interessante a dizer, principalmente os que tenham a ver com o dia a dia da escola.

Esteja aberto para ouvir o que os alunos têm a dizer

As redes sociais são meios de comunicação em que o relacionamento dita a base de laços e conexões. Por isso, esteja sempre aberto para ouvir o que os alunos têm a dizer, seja por meio de comentários ou por mensagens privadas. A dica é tentar responder com agilidade e clareza e jamais se esquecer de qualquer comentário.

Aproveite que a escola está nas redes sociais e crie enquetes, pois elas são um tipo de pesquisa online muito eficiente e que pode direcionar o seu trabalho. Além de tudo, as enquetes ainda podem ser divertidas e sempre trazem um pouco de dinamismo para a sua página — o que é muito bem-vindo!

E para ter grandes chances de acerto, seria bom chamar um grupo de pais e alunos para discutir o que poderia ser veiculado nos canais das redes sociais. A opinião deles é muito importante, e como são pessoas ativas nessas plataformas, boas ideias podem surgir, ajudando você a moldar a página da instituição da melhor maneira possível.

Conte a história da escola

Não só isso, mas compartilhe várias historinhas que aconteçam no ambiente escolar. Afinal, uma das melhores estratégias na captação de alunos é aproximá-los, fazendo com que eles se sintam parte daquela comunidade. Comece contando pouco a pouco a história da instituição e vá mesclando com acontecidos interessantes dos dias de hoje.

Outro assunto bem bacana de abordar é a linha do tempo. Você pode mostrar como era antes e como é hoje — por exemplo, quando forem os jogos olímpicos — ou como eram comemoradas datas especiais e por aí vai. Envolva os pais e responsáveis para que eles realmente saibam bastante sobre a escola e criem laços ainda mais fortes!

Além disso, para captar novos alunos, contar a eles como a instituição funciona é uma ótima estratégia. O estudante pode se identificar bastante com o que vê e ajudar na decisão de matrícula junto de seus pais.

Esteja sempre monitorando as redes sociais

A partir do momento em que você decidiu apostar em mídias sociais, é preciso saber que monitorá-las é fundamental. Como a internet é um campo ilimitado, muitos assuntos podem surgir e alguns, infelizmente, podem ser ruins e negativos. Por isso, ficar de olhos bem atentos a tudo o que falam da escola se torna mais do que regra!

Mas nem sempre são só assuntos delicados. Muitas vezes, você pode encontrar potenciais futuros alunos em comentários e dúvidas que, somente com monitoramento, poderão ser identificados. Estar presente nas redes sociais é mostrar também que a escola está preparada para as novas tecnologias e sabe usá-las da melhor maneira.

Esse cenário é perfeito para reforçar mais uma vez que a sua escola é ideal para aquela criança ou adolescente, plano que funciona como uma das estratégias de captação de alunos com grandes chances de dar certo.

Macrocaptação: como fazer

A macrocaptação é quando você pretende atingir o maior número possível de pessoas de seu interesse. Nesse caso, a sua escola quer e precisa ser conhecida por um grande público para aumentar a captação de alunos, certo? Existem duas formas de realizar essa prática: a online e a offline. Veja:

Macrocaptação offline

É aquela em que você entra em contato mais direto com as pessoas, mas sem exatamente saber quem são elas, se realmente há interesse no assunto e se serão gerados alguns retornos quanto a essa comunicação. Nessa lista, entram captações feitas em feiras, eventos, locais públicos, shoppings, panfletagem, telemarketing, entre outros.

Mesmo sem você poder mensurar 100% se essa captação rendeu bons frutos, ela ainda é válida e ajuda quem está com pressa para novas matrículas.

Macrocaptação online

Enquanto a macrocaptação offline visa alcançar futuros alunos de forma tradicional, a online já entra mais no universo em que as pessoas estão hoje em dia, sem contar que você já estava pensando em investir nas redes sociais e outros canais de comunicação, lembra-se? Então, para a macrocaptação acontecer, você pode investir em anúncios em sites parceiros.

Por exemplo, no fim do ano, entre os meses de novembro e dezembro, muitas escolas estão a todo vapor em busca de novos alunos. O que você acha de contar com a ajuda de sites das livrarias onde estão os materiais que serão indicados para os estudantes? Você pode ganhar um espaço bacana para divulgar o período de matrícula da escola e atrair novos alunos.

Tem mais: anúncios entre vídeos no YouTube, no próprio Facebook, via WhatsApp, entre outros, são ótimos exemplos de macrocaptação online. E o mais interessante aqui é que você poderá mensurar se esses contatos deram certo!

Como mensurar o resultado?

Ninguém quer investir sem ter como saber se realmente valeu a pena. A sua escola, por exemplo, está em meio a estratégias de captação de alunos e precisa de respostas para esse processo. Essa tarefa pode ser executada com a ajuda de bons softwares, que farão a análise dos números obtidos da captação tanto online quanto offline.

Outra forma de mensurar o resultado é com a ajuda de pesquisas de opinião logo após o contrato fechado com os responsáveis. Assim, você poderá até mesmo colher mais informações sobre o que a pessoa achou da matrícula escolar, como ela chegou até a sua escola, o que a convenceu de escolher a instituição, se ela a indicaria para outras pessoas etc.

Como você percebeu no decorrer da leitura, boas estratégias de captação de alunos dependem bastante de um planejamento detalhado. Isso deve ser feito e elaborado com um certo tempo de antecedência, com a ajuda dos profissionais mais indicados para a prática e pensando em ações efetivas de contato com pais e responsáveis.

Um dos fatores que precisam ser enfatizados é a questão da internet e das redes sociais. Você realmente deve pensar a respeito e investir sempre que puder para modernizar seus canais de comunicação, bem como ficar atento às tendências na área de educação e a como os jovens se portam em ambientes online.

As estratégias de captação de alunos apresentadas aqui têm tudo para dar certo e ajudar a sua escola a crescer, ter um bom número de estudantes e ainda conseguir se destacar entre a concorrência. Aposte, pense no futuro e esteja constantemente em contato com o novo, pois isso ajudará a instituição a ter sempre as salas de aula mais cheias!

Gostou? Então aproveite que está aqui para saber como a Escolaweb pode ajudar na captação de alunos!

Trackback do seu site.

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.

Share This