Gestão escolar: veja como aumentar a produtividade da sua equipe

O conhecimento é a melhor arma de um povo. Daí a importância de manter a boa qualidade no ensino. Entretanto, isso não é responsabilidade apenas dos professores: todos os setores da escola devem envolver-se e, para isso, torna-se necessário ter uma boa gestão escolar.

Pensar em ações que visam aumentar a produtividade da sua equipe em termos gerais costuma ser uma ideia pertinente para uma boa gestão escolar. Colaboradores desmotivados são capazes de impactar negativamente nos resultados da sua escola. Entretanto, manter o entusiasmo pelo trabalho não é algo que depende somente deles mesmos. Cabe ao gestor criar condições para que eles se sintam reconhecidos, acolhidos e estimulados a oferecer o melhor de si.

Para você entender melhor, listamos abaixo alguns fatores que têm influência direta na produtividade da sua equipe. Acompanhe!

Estrutura física do ambiente

Seus colaboradores contam com recursos suficientes para garantir bons níveis de produtividade? Além de contar com meios, sejam eles tecnológicos, sejam estruturais, as pessoas precisam se sentir acolhidas no ambiente de trabalho. E cabe ao responsável garantir a criação dessa atmosfera.

Equipamentos em bom funcionamento, sistemas automatizados e salas bem estruturadas são alguns dos recursos físicos necessários para o bom desempenho das funções. A parte funcional fica por conta do reconhecimento, do espírito de equipe e da valorização do trabalho dos colaboradores.

Eles precisam entender que o local de trabalho não é uma competição entre pessoas, mas sim um lugar onde todos trabalham juntos por um único objetivo. Quando ele é alcançado, a vitória é de todos os envolvidos. Muitas vezes, a rivalidade no trabalho é criada (ou alimentada) pelas próprias lideranças, ainda que inconscientemente. É por isso que é importante manter-se vigilante quanto à prática da real filosofia da sua escola.

Ferramentas de trabalho

Seus professores contam com recursos tecnológicos que são utilizados em sala de aula? Criar aulas interessantes é crucial para a captação e a retenção de alunos.

Entretanto, trata-se de uma questão que também depende dos recursos. Ao gestor, cabe disponibilizar tais elementos. Além de tornar as aulas mais agradáveis, essas ferramentas ajudam a promover a motivação dos professores, que podem dar vazão à criatividade e ao amor à profissão.

As atividades dos outros departamentos também podem ser otimizadas a partir das ferramentas certas. O controle financeiro realizado por meio de sistemas de gestão escolar permite a redução dos índices de inadimplência. A partir deles, é possível enviar lembretes de vencimento, atualizar diariamente a planilha de pagamentos e fazer cobranças de maneira rápida e eficaz.

A matrícula online é outro recurso relevante que impacta diretamente na produtividade. Nesse caso, o aluno faz todo o procedimento via internet, e a secretaria consegue importar os dados já preenchidos para o sistema de gestão escolar utilizado. O tempo que seria utilizado para o atendimento presencial e o preenchimento de todas as informações pode ser dedicado a outras atividades.

As ferramentas tecnológicas permitem ainda o registro de atendimentos e o acompanhamento em tempo real da situação do aluno, possibilitando uma abordagem mais personalizada e a construção de uma relação de proximidade entre pais e escola.

Relações interpessoais

Sabe aquela situação chata criada no ambiente de trabalho porque a professora de história discutiu com o professor de química por divergência de opiniões políticas? Acredite: ela impacta na produtividade dos seus colaboradores.

Conflitos no ambiente de trabalho criam uma atmosfera pesada, que irrita as pessoas e, consequentemente, faz com que se tornem menos produtivas. Muitas vezes, eles se originam de assuntos que fogem às questões profissionais.

É por isso que o respeito e a cordialidade devem ser estimulados. A empatia não deve estar presente somente nas relações entre escola e alunos ou escola e pais: ela deve começar dentro da equipe escolar. Sabe aquela questão de que “o exemplo deve vir de cima”?

Pois bem: conflitos entre colaboradores são notados pelas pessoas e criam uma imagem negativa para a escola. Com isso, os resultados caem, e os colaboradores desanimam e se tornam menos produtivos.

Na ocorrência de conflitos, não basta somente culpar os colaboradores. O bom gestor é exemplo e conscientiza a todos de que, para que os resultados sejam alcançados, é necessário trabalhar em harmonia. Um ambiente de trabalho pesado e conflituoso é uma verdadeira fábrica de gastrites, ansiedades e pessoas cansadas e improdutivas. Pense nisso sempre que notar indícios de problemas em suas equipes.

Qualificação

Por mais óbvio que pareça, devemos enfatizar que a produtividade também está diretamente ligada à qualificação dos colaboradores. É por isso que é importantíssimo levar essa questão em conta na hora de fazer novas contratações. É claro que outros itens como o perfil devem impactar na escolha, mas o conhecimento técnico adequado é fundamental. E nem sempre uma boa formação é sinônimo de qualificação.

Realizar testes para contratação e análises periódicas do desempenho de professores, oferecer treinamentos específicos aos profissionais da secretaria e contar com alguém especializado em planejamento financeiro quando perceber que a situação da escola não está bem são medidas que costumam ser eficazes quando o assunto é aumentar a produtividade.

Lembre-se sempre de que motivação e qualificação devem caminhar lado a lado: de nada adianta uma equipe altamente motivada, mas que não conta com a base teórica necessária para desempenhar bem suas funções.

Por outro lado, o profissional pode ser o mais qualificado da cidade: se ele estiver desmotivado, o conhecimento técnico de nada vai adiantar nos resultados do seu trabalho. Tenha em mente que o papel do líder é analisar a qualificação e criar fatores que promovam a motivação.

Aumentar a produtividade dos colaboradores é um trabalho contínuo. Além dos fatores pessoais, sistemas de automação costumam ajudar, já que reduzem o índice de falhas humanas e agilizam a conclusão de processos de rotina de toda a instituição de ensino. O tempo ganho com a produtividade aumentada pode ser dedicado a outras atividades criativas e inovadoras para tornar o ambiente escolar ainda melhor.

Este post foi útil? Você acredita que é realmente possível aumentar a produtividade em sua escola a partir de pequenas mudanças de atitude no dia a dia? Não guarde esse conhecimento somente para você: compartilhe este post em suas redes sociais.

 

Trackback do seu site.

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.

Share This