Redes sociais na educação: entenda como utilizar de maneira assertiva

Você sabia que 62% dos brasileiros utilizam as redes sociais com uma frequência considerável? Isso mostra o quanto o Brasil está conectado e antenado no que se passa nesses canais, fazendo com que esse tipo de ferramenta também seja muito utilizado por diferentes áreas — como em escolas. Um exemplo é o uso das redes sociais na educação.

No âmbito escolar, essa ferramenta está começando a ganhar força, já que as instituições passaram a aceitar que essa é uma das melhores formas de atrair os alunos, conversar com os pais ou responsáveis e, ainda, manter um diálogo cheio de dinamismo e com a facilidade enorme de inclusão de conteúdo, entre outros. Por isso, se você quer aumentar o potencial da sua escola, conte com essa ferramenta!

Porém, é preciso ter um planejamento e uma estratégia para utilizar essa tecnologia na dose certa. Pensando em ajudar você a utilizar as redes sociais de maneira assertiva, reunimos algumas dicas que podem fazer toda a diferença nesse sentido. Confira abaixo!

Como usar as redes sociais na educação e qual é o impacto causado?

Primeiramente, é importante entender como funcionam as redes sociais na educação. Geralmente, esse tipo de ferramenta é usado com a ajuda de um software feito para a gestão escolar, que tenha uma área dedicada à interatividade entre educadores, alunos e pais ou responsáveis. É bem parecido com uma rede como o Instagram, por exemplo.

No entanto, nessa situação, a rede social é mais restrita e apenas aqueles vinculados à escola têm acesso a ela. Por sua vez, os alunos contam com identificações que não podem ser trocadas e têm uma grande área para conversar, compartilhar conteúdos, tirar dúvidas com os professores e até mesmo fazer trabalhos com outros colegas de classe.

É um ambiente realmente voltado para a educação, utilizando o cenário convidativo que as redes sociais tradicionais — digamos assim — usam para atrair os usuários em todo o mundo. Porém, qual é o impacto disso no rendimento escolar e nos relacionamentos entre estudantes e educadores?

O impacto mais importante e extremamente positivo é, sem dúvida, estreitar a conexão entre o docente e seus alunos. Lembre-se de que, muitas vezes, os estudantes têm aquela visão de que o professor deve ficar apenas na sala de aula e está ali para ensinar — e nada mais. Com as redes sociais, os alunos passam a contar com um apoio maior desses educadores.

Indo além, a interatividade criada e estimulada é uma porta de entrada para gerar mais interesse pelos estudos, pelo desenvolvimento da criança ou adolescente, e, ainda, manter esse estudante sempre em contato com o ambiente saudável que é a escola! Afinal, aprender é muito importante — e se for de formas diferentes e modernas, melhor ainda.

Quais são os benefícios de usar as redes sociais na educação?

As vantagens de investir nesse tipo de ferramenta são inúmeras. Mas, vale a pena destacar algumas para você ter a exata noção de que as redes sociais na educação são, de fato, essenciais para os dias de hoje.

Os alunos, por exemplo, passam a dar mais atenção aos estudos, pois sabem que ali tem uma série de conteúdos que podem ajudá-los a tirar dúvidas, trazer novos questionamentos e se aprofundar em alguns assuntos. Outro benefício muito importante é a forma como essas redes podem melhorar o rendimento dos estudantes.

E o motivo é simples: se esses jovens têm um ambiente interessante e que usa a linguagem deles para estudar, é natural que eles passem a se interessar mais pelos conteúdos abordados em sala de aula. Ao mesmo tempo, os professores podem soltar a criatividade e criar tópicos cheios de aprendizado para que seus alunos usem sempre que quiserem!

Isso tende a impactar positivamente os estudos, até mesmo em sala de aula. Tudo porque os jovens chegam à escola tendo uma bagagem de conhecimento maior, bem estruturada e com um leque enorme de possibilidades, graças à internet e à rede social escolar!

Com isso, o trabalho do docente é muito mais prazeroso e com resultados interessantíssimos.

Como os pais podem se beneficiar do uso dessas ferramentas?

As redes sociais usadas na educação contam com várias ferramentas que facilitam a vida de pais e responsáveis. Uma delas se refere ao acesso aos comunicados feitos pela instituição, bem como à comunicação direta com o corpo docente e até gestores de áreas de interesse, como o financeiro.

Além disso, como a rede social fica dentro do aplicativo de gestão escolar, os pais terão uma facilidade maior de resolver algumas questões na mesma plataforma, mas em locais diferentes. Por exemplo: a pessoa usou a rede social e lembrou que precisa verificar os pagamentos feitos. E agora?

É só sair da rede social, mas continuar dentro do aplicativo, e procurar a seção ligada ao financeiro do estudante. Nela, também é possível conferir as mensalidades que estão por vencer e a situação da matrícula do aluno, além de fazer a rematrícula logo que as inscrições forem abertas.

Outra vantagem de usar o app é que os pais ou responsáveis poderão conferir quais materiais estão sendo compartilhados, quais downloads o estudante precisa fazer, qual é o cronograma das aulas e atividades e, principalmente, como estão as notas do aluno.

Isso, inclusive, é algo bem facilitado pela ferramenta, já que o responsável pode checar o rendimento da criança diretamente no aplicativo de gestão escolar, sem ter que esperar pela emissão do boletim impresso pela escola.

Ou seja, além de poder usar as redes sociais na educação, os pais terão todo o suporte que o aplicativo oferece — que são justamente todas as funcionalidades descritas acima.

E isso com a praticidade do uso dos dispositivos móveis, diretamente na tela do smartphone ou tablet, incluindo os computadores, é claro. Basta a pessoa instalar a ferramenta no aparelho e se surpreender com a comodidade e solução moderna que ele oferece.

Bom, agora que você sabe mais sobre como funcionam as redes sociais na educação, e uso de aplicativos de gestão escolar, provavelmente deve ter ficado curioso em experimentar todas as facilidades que essa ferramenta traz para o dia a dia do ambiente educacional, da aprendizagem dos jovens e do trabalho da instituição de ensino. A dica é investir o quanto antes nessa tecnologia e transformar a sua escola em um local moderno e que se preocupa em estar sempre à frente!

Gostou do nosso conteúdo? O que você acha que essas redes sociais podem fazer pela escola? Compartilhe a sua opinião conosco nos comentários!

Trackback do seu site.

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.

Share This