Como melhorar a relação entre pais e professores?

Como melhorar a relação entre pais e professores?

A participação dos pais no processo educativo é primordial e exerce mudança significativa na aprendizagem de seus filhos. Entretanto, nem sempre a relação entre pais e professores acontece. O que por vezes acontece é um jogo de culpa em que cada parte joga a responsabilidade do mau desempenho do aluno para a outra parte, o que faz com que não se chegue a um consenso que beneficie o principal interessado nesta batalha: o aluno.

Selecionamos aqui algumas dicas para os professores que podem ajudar no relacionamento positivo entre estes e os pais ou responsáveis:

1. Inicie a relação com um belo sorriso

É importante que os professores recebam os pais com um sorriso estampado no rosto: reuniões, mesmo que sejam para passar questões sobre baixo desempenho dos alunos, não devem ser desagradáveis. Os pais precisam saber que você está ali para promover uma parceria em busca de uma melhor performance do aluno, e a conversa não deve ser para culpar nenhum lado, e sim para buscar soluções.

2. Mostre também o lado positivo

Deixe os pais a par das atividades que têm sido desenvolvidas na escola: projetos, o que os alunos têm conquistado, o progresso que você está percebendo. Incentive os pais a indagar seus filhos a respeito do que eles estão aprendendo.

3. Faça ligações telefônicas positivas

Identifique os alunos que precisam de um incentivo por parte dos pais, e ligue para parabenizar os pais pelo progresso de seu filho.

4. Dê primeiro as boas notícias

Ao fazer uma reunião com os pais, lembre-se sempre de primeiramente destacar os pontos positivos dos alunos – afinal, todos os alunos possuem algo de positivo. Caso você esteja vivenciando dificuldades com os alunos, passe posteriormente suas preocupações. Siga sempre esta regra.

5. Tome cuidado com a linguagem

Lembre-se que há vários tipos de família. Nem sempre a família será a nuclear, de pai, mãe e filho: algumas mães não tem esposo, outros poderão ser casais de pessoas do mesmo sexo, portanto, lembre-se deste detalhe ao conversar com os responsáveis. Sabendo disto, a relação será mais saudável.

6. Conheça seu aluno melhor

Do que ele gosta? Quais os interesses dele fora do ambiente escolar? Tais interesses podem ser utilizados em seu benefício dentro da escola? Demonstre sincero interesse por seus alunos.

7. Ouça os pais

Os pais e responsáveis que desejam expor suas inquietações, opiniões e sugestões devem ser muito bem-vindos. Lembre-se de que eles são os verdadeiros parceiros de sua escola e que pontos de vista diferentes podem vir a enriquecê-la.

8. Convide os pais para participar da aprendizagem

Há pais que possuem habilidades específicas que podem ser úteis aos alunos. Há pais que não possuem habilidades específicas, mas gostam de trabalhar de modo voluntário. Identifique estes pais e convide-os a enriquecer o ambiente escolar.

9. Seja específico

De nada adianta dizer que os alunos estão malcomportados ou estão com dificuldades nas matérias se você não guiar os pais para que eles saibam de quais formas poderão auxiliar os filhos a terem um melhor desempenho. Orientações como: “Você pode ajudar seu filho nos exercícios de matemática perguntando a ele como ele obteve determinada resposta.” Ou “Leia histórias para seu filho e depois faça perguntas a respeito da história.” podem auxiliar os pais a compreender de que maneira eles podem ajudar seus filhos.

10. Compartilhe os bons resultados

Reuniões de pais não devem ser apenas para expressar preocupações: compartilhe com os pais os sucessos que vocês vêm obtendo – alunos, pais, professores – com este trabalho em conjunto. Trate os pais como aliados do processo de aprendizagem de seus filhos.

Que iniciativas você tem tido para melhorar a relação entre pais e professores? Compartilhe conosco!

Deixe um comentário

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.

Share This