Image Alt

Blog Escolaweb

  • Se você entende a importância do relacionamento entre família e escola e quer promovê-lo em sua instituição de ensino, não perca as dicas que selecionamos neste post para fazer dos pais verdadeiros aliados na missão de educar!

  • Um dos principais fatores que contribui para o sucesso de uma instituição de ensino é a forma como a comunicação interna (CI) acontece na rotina diária do empreendimento.

  • Manter a organização de materiais é uma tarefa muito importante em uma empresa, tanto para evitar o desperdício quanto para não correr o risco de precisar de algum item que não esteja mais disponível.

  • A melhor época para investir em melhorias, sem dúvida, é durante as férias escolares. Fazer reformas é sempre um grande problema, ainda mais durante o período de aulas, em que os alunos estão por toda a parte na escola. 

  • O Projeto Político-Pedagógico (PPP) é uma ferramenta primordial na organização e no direcionamento do ano letivo. Administrar uma instituição escolar requer conhecimento, tempo, colaboração e planejamento de uma série de pessoas envolvidas com o ambiente educacional.

  • Manter o controle de contas a pagar é uma tarefa que deve ser feita com muito cuidado e atenção, pois as falhas em seu gerenciamento podem trazer muitos prejuízos à escola.

  • A escola particular é uma empresa prestadora de serviços e, portanto, deve emitir nota fiscal escolar.

  • Uma das grandes dúvidas que muitas instituições de ensino têm é sobre como fazer um contrato escolar. É necessário que ele esteja de acordo com a lei para resguardar a escola e as famílias em situações jurídicas duvidosas.

  • Existem diversas razões pelas quais as pessoas deixam de pagar suas contas, o desemprego e casos de doenças na famílias são exemplos.

  • Existem diferentes formas de utilizar um sistema de informação: por meio dos tradicionais softwares instalados em computadores e servidores, ou de uma maneira mais recente, contando com uma plataforma SaaS.

  • 

    As matrículas e mensalidades correspondem a quase a totalidade da receita. Por conta disto, o índice de inadimplência escolar se torna um problema muito sério para a gestão de uma escola.

  • As métricas financeiras permitem identificar e até prevenir questões ligadas à inadimplência. Incrível, não é mesmo?

  • Hoje em dia o diário escolar on-line vêm tomando o lugar dos antigos cadernos e trazendo a tecnologia para a sala de aula.

  • Um ponto essencial a se pensar tem a ver com o dia a dia dos professores e coordenadores, que lidam com toda a programação das aulas e ainda com o fechamento de notas escolares — processo fundamental!

  • Está chegando o maior evento de educação e tecnologia da América Latina! A Bett Educar 2019 acontece entre os dias 14 e 17 de maio em São Paulo.

  • Um exemplo é a Lei 13.709 — ou Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que foi sancionada em 14 de agosto de 2018. Seu objetivo é proteger os dados pessoais que circulam pela internet, principalmente de crianças e adolescentes.

  • Você sabia que 62% dos brasileiros utilizam as redes sociais com uma frequência considerável? Isso mostra o quanto o Brasil está conectado e antenado

  • Com o uso cada vez mais frequente da Internet, as interações via computadores, smartphones, tablets e outras tecnologias que dependem dessa conexão também estão crescendo.

  • Se tem algo que ajuda bastante no crescimento de uma escola é a equipe que a forma. Afinal, são esses profissionais que cuidam de toda a parte estratégica da instituição

  • Se tem algo que ajuda bastante no crescimento de uma escola é a equipe que a forma. Afinal, são esses profissionais que cuidam de toda a parte estratégica da instituição, desde a organização, passando pela limpeza e manutenção, e chegando até o corpo docente. Por isso, é essencial fazer a avaliação de desempenho de funcionários sempre que possível.

  • Grande parte das empresas que contratamos atualmente está adotando um modelo comum de cobrar os seus clientes: o pagamento recorrente. A Netflix e o Spotify, por exemplo, têm opções de planos mensais ou anuais que são descontados automaticamente no cartão de crédito para que você não se preocupe com o pagamento de faturas e continue a ter o melhor do cinema e da música a todo momento.

  •  Segundo levantamento de dados feito pela Serasa Experian em 2018, o número de consumidores inadimplentes é superior a 61 milhões. Isso significa que 40,3% da população adulta brasileira tem dívidas em seu nome.

  • Quando se fala em trazer a tecnologia para as escolas, isso não quer dizer apenas para a sala de aula. A iniciativa pode ir além, envolvendo a gestão e planejamento escolar. Mas, de que forma as ferramentas tecnológicas podem realmente ser interessantes para as instituições de ensino? Uma das vantagens é, sem dúvidas, a cobrança automatizada.

  • Parte fundamental de toda organização escolar, o planejamento financeiro é algo de extrema importância. O principal motivo é que, com ele, será possível traçar praticamente tudo o que pode ser feito durante o ano letivo, assim como definir prioridades e identificar gastos a serem cortados. Ou seja: sua ausência deixaria a escola andando no escuro em termos financeiros.

  •  Ter uma gestão de compras eficiente é imprescindível para o bom funcionamento de uma escola. Isso porque não basta atingir a meta de matrículas e ter a receita equilibrada se os ganhos são desperdiçados em aquisição de material excedente, desnecessário ou com mau uso.

  • O conhecimento é a melhor arma de um povo. Daí a importância de manter a boa qualidade no ensino. Entretanto, isso não é responsabilidade apenas dos professores. Todos os setores da escola devem envolver-se e, para isso, torna-se necessário ter uma boa gestão escolar.

  • O volume de informações armazenadas em um software para gestão de escolas é grande. Se levarmos em conta que, muitas vezes, é necessário fazer uma migração de dados entre sistemas, podemos concluir que trata-se de um processo que exige atenção e ferramentas adequadas para que não haja prejuízos à instituição.

  • A chamada Indústria 4.0 vem revolucionando todo o modo como pensamos, nos comportamos e como as coisas funcionam. Essa revolução tecnológica inclui, entre outras tecnologias, a Internet das Coisas, que é a conexão de itens usados no dia a dia por meio da rede mundial de computadores, automação, impressão 3D, inteligência artificial e educação 4.0, que promete mudar a forma como os seres humanos absorvem conhecimento.

  • Assim como empresas de outros segmentos, uma escola também precisa manter um bom relacionamento com alunos e com os pais de alunos. Para isso, é possível contar com uma ajuda tecnológica, basta recorrer a ferramentas disponíveis no mercado que se aplicam especialmente a esse fim. Mas você sabe como escolher um software de CRM?

  • Otimizar o processo de gestão escolar é imprescindível para a organização educacional da instituição como um todo. A classificação de documentos e de materiais aumenta a produtividade, reduz o retrabalho e os custos com papéis e impressão e, acredite, melhora até a qualidade do ensino.

  • Nos dias atuais, a transferência de alunos é um dos problemas mais comuns pelos quais passam as escolas privadas. O motivo, na maioria das vezes, é econômico: com dificuldades financeiras, os pais e responsáveis não conseguem arcar com os custos de uma educação particular e acabam transferindo os filhos para escolas públicas.

  • O ambiente escolar é repleto de desafios, principalmente para o gestor da instituição. Isso porque são muitas tarefas a lidar diariamente, e manter a comunicação entre todas as áreas é essencial. Por isso, pensar em deixar a gestão escolar integrada é, sem dúvidas, uma ótima estratégia e tende a ajudar bastante na organização como um todo.

  • Atualmente, a tecnologia faz parte do cotidiano de forma tão intensa que é praticamente impossível viver sem as praticidades que ela oferece. É por esse motivo que pessoas de todas as idades, sejam elas adolescentes, adultos ou até idosos, estão presentes na internet.

  • Nem sempre contar com um sistema de gestão escolar é sinônimo de solução. Existem diversas opções, mas escolher uma que seja moderna e informatizada é o que garante uma posição competitiva entre os concorrentes. É aí que o Escolaweb se destaca: é um software especializado em gestão escolar e está sempre buscando aprimorar seu funcionamento.

  • À medida que o final do ano letivo se aproxima, é comum que as escolas busquem práticas que ajudem a aumentar a captação e retenção de alunos. Uma opção encontrada por algumas delas é a antecipação de matrícula, que consiste em oferecer vantagens para quem fizer a matrícula ou rematrícula até uma data determinada, que normalmente antecede o final das aulas.

  • A captação de alunos é uma grande preocupação de todo gestor escolar. Todos os anos, alunos concluem o ensino oferecido na instituição e ainda há o índice de evasão que, mesmo quando pequeno, pode comprometer os planos de crescimento da escola. Entre as principais estratégias para aumentar o número de alunos, podemos citar a matrícula online.

  • Para quem atua na gestão escolar, é muito importante saber como executar o contato com o público-alvo da melhor forma. Por isso, ter estratégias de captação de alunos bem definidas é, sem dúvidas, essencial para manter a escola sempre em crescimento e tornar a instituição de ensino mais solidificada para novos investimentos.

  • O grande objetivo de um gestor escolar é tornar a sua instituição reconhecida com excelência. O percurso para alcançar essa meta não é simples, sendo necessário emprego de muito tempo e o envolvimento de todos os colaboradores.

  • A captação de alunos é um conjunto de ações e estratégias que visam atrair e transformar pessoas em alunos matriculados. Ela pode ser usada tanto para o ensino superior, como faculdades e universidades, quanto para a educação básica, ou seja, a educação infantil, ensino fundamental e médio.

  • Os diferenciais de usar o corretor de provas do Escolaweb tornam esse sistema de gestão o mais completo para ser usado por escolas, faculdades e outras instituições de ensino. Com o auxílio dele, sua instituição ganha benefícios como produtividade e competitividade no segmento.

  • Entre todos os processos de dentro da escola existe um que merece muita atenção e organização: a matrícula escolar. É com ela, por exemplo, que você poderá levantar o número de alunos para o próximo ano letivo, sem contar no tamanho das turmas e na possível abertura de novas classes. Ou seja, a campanha de matrículas é essencial!

  • Quem trabalha com educação sabe que o dia a dia é sempre muito corrido e cheio de tarefas a fazer: gestão escolar, contato com fornecedores e parceiros, pais de alunos e professores, e cada um deles com suas questões a resolver. Sem contar alguns casos e problemas de inadimplência escolar — algo temido por gestores e diretores de escolas particulares em geral.

  • Ferramentas de gestão escolar são uma ótima maneira de manter instituições de ensino bem organizadas. Isso porque se trata de um tipo de estabelecimento que conta com diversas áreas e muitas tarefas, dificultando o controle de tudo, caso não haja uma “mãozinha” tecnológica.

  • A captação de alunos é, sem dúvidas, uma grande preocupação na vida de todo gestor escolar. Embora trate-se de uma questão que está diretamente ligada à qualidade do ensino e do atendimento oferecidos, contar com algumas ferramentas informatizadas é sempre válido, pois vivemos em uma sociedade a cada dia mais pautada pela tecnologia.

  • Para tomar decisões acertadas, sejam elas relacionadas a ações ou investimentos, é necessário basear-se em dados concretos. Nem sempre a ideia que se tem a partir de uma visão geral condiz com a realidade. É por isso que o ideal é detalhar informações e integrá-las, de modo a fazer uma análise que leve em conta todos os aspectos. É aí que os relatórios gerenciais podem ajudar.

  • No contexto informatizado e globalizado em que vivemos, muito se ouve falar em automação de processos. A realidade é que parecemos ter a cada dia mais tarefas a realizar e menos tempo para elas. Quando se é gestor de uma instituição de ensino, essa situação se torna ainda mais evidente, pois é necessário manter o controle sobre a parte pedagógica para garantir a qualidade do ensino, cuidar do comercial, a fim de atrair mais alunos, e acompanhar as finanças para reduzir a inadimplência e tomar decisões acertadas.

  • Uma escola é formada por pessoas. Educadores, administradores, recepcionistas, pedagogos, assim como outros profissionais, trabalham em busca de um objetivo comum: a evolução e o bem-estar do aluno. Para que isso realmente aconteça, entretanto, é necessário realizar uma boa gestão e cuidar desses colaboradores, a partir de medidas como dar feedback e oferecer orientação e treinamentos.

  • A sua instituição de ensino está se dirigindo para o futuro? Afinal, a tecnologia nas escolas já é parte do cenário educacional também no Brasil. Sabemos que nem sempre é fácil a adaptação, mas precisamos acompanhar as mudanças, não é mesmo? A educação, certamente, é beneficiada com os novos recursos tecnológicos.

  • Você sabe como montar um plano de cargos e salários em sua instituição de ensino? Uma grande preocupação das pessoas atualmente diz respeito à carreira profissional. 

  • Você utiliza relatórios financeiros na sua escola? Trata-se de uma ferramenta de grande importância para manter uma gestão saudável e eficiente. Cuidar das finanças da sua instituição de ensino é tão importante quanto dedicar-se à parte pedagógica e ao controle administrativo, então é preciso contar com relatórios que ajudem a manter esse controle.

  • A gestão por processos garante que a organização funcione de forma eficiente. Além de mapear as ações, esse gerenciamento serve para que todas as atividades se relacionem e colaborem entre si para o bom funcionamento do todo.

  • Uma instituição de ensino tem um papel fundamental na vida dos seus alunos, da comunidade e do seu corpo docente. Contudo, para garantir seu desempenho diante da concorrência e dos desafios da modernidade, é preciso saber como melhorar a gestão escolar constantemente.

  • Empresas de todas as áreas usam várias informações para segmentar seus públicos — da faixa etária ao gênero, passando pela classe social. O fato é que novas informações surgiram e algumas são valiosíssimas, como a localização das pessoas. Você sabe o que é geomarketing? Ele tem tudo a ver com isso!

  • A preservação do meio ambiente nunca foi um assunto tão presente nas escolas quanto hoje em dia. A preocupação em conscientizar nossas crianças sobre a importância de cuidar do planeta envolve pais e educadores. Entretanto, para passar realmente esses valores aos alunos e também contribuir para a preservação, uma escola sustentável é fundamental.

  • A gestão democrática nas escolas está baseada na coordenação de atitudes e ações que propõem e viabilizam a participação social no cotidiano das instituições. Nesse modelo de gestão, a comunidade escolar é considerada sujeito ativo.

  • Muitas vezes, uma instituição de ensino não alcança o progresso esperado devido a alguns erros de gestão escolar. Nem sempre a falta de recursos é a real raiz de problemas financeiros ou mesmo da alta rotatividade de professores, pode ser que essas questões surjam a partir da má organização de setores e processos internos.

  • A cada ano, um grande número de alunos menores de idade abandonam os estudos. Com o passar do tempo, isso pode resultar em um empobrecimento da população em termos de cultura e conhecimento. Entretanto, para que a escola possa “fazer a sua parte” de modo a combater o problema, é necessário, antes de mais nada, entender as causas da evasão escolar.

  • Nenhuma empresa é capaz de sobreviver sem um bom gerenciamento do fluxo de caixa — e, quando falamos em estabelecimentos de ensino, essa regra também é válida. Muitas vezes, a escola não consegue arcar com suas contas não por falta de recursos financeiros, mas por falta de controle sobre eles. É por isso que uma boa gestão é vital nesse tipo de negócio.

  • Manter a motivação dos alunos é um dos maiores desafios enfrentados diariamente pelos professores. Nem sempre a escola consegue atrair a atenção e a energia dos estudantes para envolvê-los nos projetos internos de modo que permaneçam estimulados durante o processo de aprendizagem e nas atividades escolares.

  • Muito fala-se sobre o marketing educacional para as Instituições de Ensino: estratégias, ferramentas, aplicações. E não é por acaso. Hoje, com o mercado mostrando que o ensino ainda tem espaço para crescer nos próximos anos — especialmente em áreas como EAD e ensino de idiomas — o público tem se diversificado de forma consistente. Isso quer dizer que ainda há muitas técnicas por desenvolver, testar e aplicar para que uma escola possa atingir mais pessoas interessadas em estudar.

  • O replanejamento escolar é um conjunto de ações que priorizam o alinhamento das metodologias de aprendizagem e revisão das práticas pedagógicas realizadas na instituição de ensino.

  • A confiança na escola é um fator determinante para os pais na hora de escolher em qual instituição de ensino seus filhos vão estudar. Isso porque o que todos desejam é saber que os pequenos estão em boas mãos, se preparando para o futuro tanto em termos de conhecimento quanto em questões sociais.

  • Você sabe qual é a importância de um CRM educacional para a gestão da sua instituição de ensino? Muitas pessoas não entendem ao certo como funciona esse tipo de programa e, consequentemente, desconhecem também as suas vantagens. Há ainda aqueles que acabam recorrendo a outros sistemas mais genéricos, como os ERPs.

  • Definir a mensalidade escolar não é uma tarefa simples. A gestão escolar precisa levar em consideração diferentes fatores, como os investimentos realizados com materiais didáticos e acadêmicos, colaboradores, corpo docente e infraestrutura.

  • Toda escola é empresa e, como tal, precisa saber lidar com os mesmos desafios das organizações pertencentes aos outros setores. No entanto, essa visão não é compartilhada entre todos — principalmente por alguns gestores escolares que acreditam que essa não é uma empresa comum.

  • Escolher um Software de  gestão escolar adequado pode não apenas resolver os principais problemas da sua instituição como também proporcionar mais qualidade para sua gestão. Você sabia que existe uma diferença entre administração e gestão escolar? O termo gestão escolar foi criado com o objetivo de trazer para o contexto educacional os elementos e conceitos fundamentais que visam o aumento da eficiência dos processos institucionais, assim como a melhoria do ensino como um todo.

  • Manter a qualidade do ensino deve ser uma preocupação constante de todo gestor escolar. Uma equipe docente bem preparada ajuda a formar jovens também preparados para o mercado de trabalho. E uma boa prática para manter esse controle é a avaliação de professores.

  • Domingo é dia de almoço com a família ou fazer um passeio para descansar, mas é bastante possível que um professor esteja atrás de uma "pilha" de provas fazendo correções. É comum situações parecidas em que o docente perde os dias de folga trabalhando. Por falar nisso, você já conhece o corretor de provas Escolaweb?

  • A educação infantil é uma etapa muito importante da aprendizagem. Não é à toa que ela deve ser muito bem conduzida. Uma escola dedicada a essa fase precisa gerir com cuidado tanto as práticas pedagógicas quanto as etapas administrativas. Um software de gestão escolar educação infantil pode otimizar os processos organizacionais.

  • Para um equilíbrio financeiro e estabilidade no mercado, uma das principais preocupações da gestão escolar está associada à captação de novos e a retenção dos atuais alunos. Nesse sentido, diferentes estratégias para instituições de ensino são aplicadas, como eventos, telefonemas, banners, panfletos e comerciais durante o período de matrículas.

  • Quem trabalha em uma instituição de ensino sabe como é importante que o aluno se prepare para o vestibular muito antes do último ano. A trajetória de um estudante no Ensino Médio é pautada, muitas vezes, pela sua escolha de curso superior.

  • Há pessoas que acordam pela manhã, vão trabalhar e, quando chegam em casa depois do expediente, não perdem tempo para postar os trabalhos e cumprir com todas as atividades das aulas que estão realizando. Os cursos desenvolvidos em um ambiente virtual de aprendizagem são boas soluções para estudantes que trabalham, sabia? Sua instituição de ensino já pensou em ter essa tecnologia?

  • Já reparou que, quando alguma coisa não funciona bem em uma instituição de ensino, sempre gera um mal-estar? Quando se trata do sistema de gestão escolar, isso pode afetar diretamente a direção, funcionários, professores, pais e alunos. Além disso, vários transtornos podem ocorrer se o sistema não operar de acordo com o esperado, gerando atrasos e insatisfação.

  • Responda com sinceridade: sua Instituição de Ensino (IE) tem o melhor método, uma comunidade escolar engajada, os professores mais bem preparados e, mesmo assim, está com dificuldade de captar novos estudantes? Saiba que conteúdo para alunos, estratégias de marketing e investimentos em Inbound Marketing podem ser o que você precisa para atrair mais alunos.

  • Você já viu o que acontece quando tenta localizar uma estação de rádio e não consegue sintonizar direito? Ruídos! Eles atrapalham muito, não é? Eles também aparecem quando a direção e a coordenação pedagógica não desenvolvem uma parceria.

  • Os mais antigos usavam um ditado que continua expressando sabedoria: "não adianta colocar a carroça à frente dos bois". Por incrível que pareça, ele se aplica também à aquisição de clientes, em qualquer tipo de negócio. Quando falamos da contratação de uma instituição de ensino — ato que exige confiança por parte do estudante ou sua família — o conhecimento e o respeito às etapas da jornada de compra são fundamentais.

  • Ser empresário e dirigir um negócio com eficiência e sucesso é uma tarefa árdua que requer planejamento e estratégias. Aos que atuam no mercado de educação não é diferente: lidar com fornecedores, parceiros, professores e, muitas vezes, até com pais de alunos, requer um bom gerenciamento e controle para o funcionamento eficaz da escola como um todo.

  • Entre os desafios do mercado educacional, podemos destacar como um dos principais, a necessidade de matricular mais alunos. É essencial que a instituição de ensino estabeleça uma eficiente gestão de relacionamento com o estudante e aplique metodologias modernas, como o funil de captação de alunos.

  • As instituições de ensino têm enfrentado um grande desafio nos últimos tempos: a retenção de alunos. Ou seja, existe uma dificuldade em manter seus alunos estudando na mesma escola até completarem o curso que iniciaram.

  • As ações que devem ser realizadas no início de ano em uma escola são muitas, não é? Uma delas é o cuidado com a recepção dos professores novatos na instituição. Receber bem quem entra para a equipe faz com que o ambiente se torne amistoso e acolhedor.

  • A gestão escolar é uma maneira de otimizar processos diários, desburocratizando algumas atividades. Dessa forma, é possível aumentar e melhorar a eficiência da instituição e, de fato, oferecer uma educação qualificada.

  • Imagine um barco sem direção no mar. Chegará a algum lugar? Pode ser que sim, mas a viagem poderá demorar muito mais! Com isso os custos poderão ser maiores e os tripulantes podem não gostar do destino final, não é

  • Tente se lembrar dos momentos em que se formaram filas em sua instituição de ensino. Os períodos de matrícula vieram à sua mente, não é? Situações que envolvem atrasos no atendimento podem gerar transtornos, tanto para os pais quanto para a própria escola. Momentos assim se tornam raros com a execução de um sistema de matrícula online eficiente, sabia?

  • Com o objetivo de oferecer as melhores soluções em software, de forma dinâmica, ágil e eficiente, a Escolaweb dispõe de diversos recursos que otimizam a gestão escolar. No setor financeiro, a Escolaweb Boleto Fácil tornou-se um mecanismo seguro para gerenciar as mensalidades, capaz de criar economia e otimizar a transmissão de informações.

  • Preencher o diário de classe é um trabalho minucioso e extremamente importante. Afinal, é nesse documento que estão as informações, como o controle de presença dos estudantes e os conteúdos aplicados em sala de aula.

  • Como sabemos, o momento atual tem sido de constante evolução tecnológica, de mercado acirrado, de grande concorrência entre as escolas, de popularização do ensino híbrido e de famílias cada vez mais exigentes que buscam resultados e qualidade de ensino. Com isso, para se destacar no mercado da educação, faz-se necessário contar com novas ferramentas e tecnologias educacionais.

  • Sabemos que, na hora de administrar uma instituição de ensino, cabe ao gestor escolar tomar as decisões corretas para que os resultados positivos apareçam. Portanto, as mudanças necessárias em uma escola — que beneficiem alunos e professores — passam sempre pelas mãos de quem faz uma gestão escolar de qualidade.

  • Destaque acadêmico, aprovações em vestibulares, metodologia de eficiência reconhecida — esses são alguns dos fatores que a família leva em consideração ao escolher uma instituição de ensino para seus filhos. No entanto, a violência comum nas grandes cidades tornou um outro aspecto muito importante: a segurança. Por isso, o controle de acesso nas escolas também é fundamental para atrair e manter alunos.

  • Modismo ou inovação real? Como sabemos, as escolas precisam desenvolver novas abordagens para acompanhar as demandas da sociedade e garantir que seus egressos sejam preparados para os desafios que encontrarão no mercado. Neste contexto, surgiu a Aprendizagem Baseada em Problemas — uma proposta que pretende estabelecer uma ponte entre a teoria e a prática, entre o conhecimento e sua aplicação.

  • A internet modificou nossa maneira de viver. Podemos pagar contas e emitir documentos fiscais por apenas alguns cliques na tela de um computador e, da mesma forma, a educação também foi transformada por essa revolução digital. Afinal, hoje temos o portal do aluno como um grande avanço tecnológico para as escolas.

  • A tecnologia já provou ser eficaz na gestão de documentos institucionais, principalmente do boletim escolar. Entretanto, muitas escolas ainda preferem usá-lo na versão impressa. Com o tempo, a grande quantidade de arquivos físicos pode se transformar em um mar de formulários, dificultando sua organização e armazenamento.

  • Conhecimento profundo das disciplinas que ministram; domínio de sala de aula e dos métodos de ensino; utilização de recursos pedagógicos apropriados ao estágio de desenvolvimento dos estudantes. Essas são algumas das principais características de um corpo docente de qualidade.

  • Todo gestor escolar deseja ver os seus alunos progredindo nos estudos, obtendo boas notas nas avaliações e em meio a uma comunidade satisfeita com a qualidade da educação que é oferecida. Alcançar esse patamar não é uma missão impossível, entretanto, requer um trabalho árduo no planejamento estratégico e definição do orçamento escolar.

  • Quem é educador sabe que, dentro de uma sala de aula, as mais diferentes dificuldades dos alunos se manifestam. O professor precisa de auxílio para conduzir da melhor maneira possível os estudantes. Dessa maneira, coordenadores e diretores da escola também contribuem para trazer soluções. Portanto, esse é um assunto que abrange toda a comunidade escolar e, claro, a família.

  • Assim como acontece com qualquer instituição, a escola também produz diversos documentos que registram suas atividades. Por sua importância, a gestão dos documentos escolares de secretaria deve ser tratada pelas instituições de ensino como uma questão de ordem, e mantê-los organizados é indispensável para o bom funcionamento da escola.

  • Quando falamos sobre a administração de uma escola, as notas são um ponto importante para medir a qualidade do ensino. E para conseguir acompanhar esse indicador, é importante que você tenha recursos que possibilitem controlar as notas dos alunos. Sem isso, você pode perder dados essenciais sobre a sua instituição.

  • Com o início de um ano letivo, os gestores escolares devem reunir as suas equipes para construírem juntos um planejamento escolar eficiente. Neste momento, o grande desafio é determinar quais são as ações necessárias para obter sucesso nas escolas. 

  • Você sabe o que é CRM? A instituição de ensino, por si só, enfrenta desafios diariamente. Muitos deles são desconhecidos pelo público em geral, pois, somente o responsável pela gestão sabe como é lidar, ao mesmo tempo, com a educação de crianças, jovens e adultos, além de cuidar do financeiro, administrativo, recursos humanos, marketing e outros.

  • O Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) distribui exemplares de livros para os alunos da educação básica de todo o país. Os segmentos beneficiados por ele se alternam a cada ano, fazendo com que a troca das obras ocorra em ciclos trienais, ou seja, a cada três anos.

  • Existem inúmeros fatores que interferem no processo de aprendizagem de uma turma. Entre eles, é possível destacar as características cognitivas e psicossociais, o histórico do aluno, o apoio familiar e, naturalmente, o ambiente escolar. É por isso que cada estudante evolui e responde de maneira distinta aos diferentes estímulos pedagógicos.

  • O Mapa da Inovação e Criatividade nasceu de uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) para identificar as escolas inovadoras e demais organizações que impactam positivamente o cenário educacional brasileiro. A intenção era fortalecer as instituições que buscam soluções criativas para os desafios contemporâneos no intuito de formar crianças e jovens empáticos e engajados.

  • Então você decidiu se tornar dono do seu próprio negócio e abrir uma escola. Vale dizer que você já começou a carreira de empreendedor com uma certa vantagem: mesmo em um contexto de instabilidades econômicas e frente a uma forte concorrência no mercado, a educação é algo fundamental ao indivíduo, e sempre haverá pessoas interessadas em contratá-la.

  • Educar seres humanos é uma missão que demanda empatia e aprendizado constante. Com o tempo, a sociedade se transforma, e a educação precisa acompanhar o ritmo dessas mudanças para se manter relevante.

  • O ingresso em universidades públicas é o sonho de muitos estudantes e, principalmente, de seus pais. Altos índices de aprovação em vestibulares concorridos são um atrativo para famílias que buscam colégios particulares para seus filhos.

  • As avaliações oficiais que passaram a fazer parte do cenário educacional brasileiro nas últimas décadas tornaram evidentes as reais condições e desempenho das instituições educacionais. A reputação que hoje elas têm no mercado não depende apenas de um julgamento subjetivo baseado na tradição, o que abre espaço para que novas escolas se tornem referência em ensino.

  • Nos últimos anos, a tecnologia trouxe profundas inovações e facilidades para nossas vidas. Isso é sentido em diversos aspectos, seja em nossa rotina pessoal ou profissional, na hora de programar uma viagem, fazer compras e em tantas outras demandas cotidianas.

  • Como você promove a solução de problemas e o debate de ideias em sua instituição? Costuma realizar assembleias escolares para a resolução de conflitos? É sobre essa prática que falaremos no post de hoje.

  • Vivemos em uma era marcada pela tecnologia e pela inteligência artificial, e não há dúvidas de que essas duas inovações têm contribuído significativamente para diversos segmentos. Como você já deve imaginar, a educação não ficou de fora dessa lista!

  • A infância é uma das fases mais relevantes na formação de um indivíduo: afinal, é nesse momento que os preceitos básicos da vida são aprendidos. Para que a criança cresça e se torne um adulto com capacidade de organização e sabendo que há momentos certos para a realização de suas atividades, é necessário se preocupar em estabelecer uma rotina na educação infantil.

  • O Plano Nacional de Educação (PNE) foi sancionado em 25 de junho de 2014 pela então Presidente da República Dilma Rousseff. Sua proposta era articular a política educacional de nosso país pelo próximo decênio a partir de 20 metas específicas e mais de 200 estratégias viabilizadoras.

  • O que torna uma instituição de ensino (IE) diferente de outras empresas? Ela não oferece um produto, mas atua com base em uma missão clara e definida, além de um compromisso com o desenvolvimento humano e com a sua repercussão social. Mas, para que esse ideal se torne realidade, gestão pedagógica e gestão escolar precisam estar perfeitamente alinhadas.

  • Que existem milhares de escolas espalhadas por todo o país, disso ninguém duvida. Mas será que todas elas têm a infraestrutura ideal para receber os alunos? Infelizmente, não. Ainda hoje, não é raro encontrarmos escolas em condições precárias, sem biblioteca, acesso à internet, energia elétrica, abastecimento de água e até mesmo rede de esgoto.

  • Muitas vezes, as disciplinas escolares pecam por introduzir no aluno uma percepção fechada demais sobre os aspectos, como se a matemática ficasse restrita aos números, a gramática às pontuações e assim por diante. É por isso que o papel das artes e da musicalização infantil no processo educativo é importantíssimo.

  • A complexidade de uma instituição educacional vai além da enfrentada por empresas de outros segmentos. Ao mesmo tempo em que ela precisa otimizar processos, ajustar-se ao orçamento, empreender ações de marketing e cuidar da estrutura física, deve garantir também a melhoria do ensino e considerar todo o impacto de sua atuação na sociedade. Para isso, o bom gerenciamento escolar é fundamental. E você, conhece os pilares dessa gestão? Sabe por que ela foi criada e quais são os seus princípios? Eles são praticados em sua escola? Se ainda não tem certeza, acompanhe nosso post e descubra como o gerenciamento escolar pode contribuir para a eficiência de uma instituição de ensino.

  • Já imaginou uma parceria entre os gestores e a comunidade escolar, onde todos se mobilizam e participam das tomadas de decisões da escola. Pois não precisa só imaginar: esse é o conceito fundamental de gestão escolar participativa!

  • O uso de ferramentas tecnológicas nas relações de aprendizagem é cada vez mais discutido hoje. Gradativamente, gestores e professores têm compreendido a importância da inserção de dispositivos e recursos multimídia na rotina escolar, tanto na aquisição do conhecimento quanto no método de gestão.

  • A principal função do coordenador pedagógico é dar suporte ao trabalho do professor, identificando problemas e propondo as devidas soluções.

  • Cuidar da entrada de alunos atrasados, fazer a gestão financeira, cobrar o uso do uniforme: essas são apenas algumas funções que fazem parte do perfil do coordenador pedagógico em muitas instituições de ensino.

  • Os procedimentos de registro estão entre as funções que exigem grande atenção da equipe escolar e ocupam bastante tempo dos funcionários.

  • Além de passar toda a matéria do currículo para os alunos, também é papel da escola instigá-los! Sobretudo provocá-los e orientá-los rumo à capacidade de pensar criativa, original e criticamente. Nesse sentido, os livros didáticos, trabalhos e demais métodos teóricos de ensino são fundamentais, mas não podem aparecer sozinhos.

  • Definitivamente, precisamos falar de bullying nas escolas! Estudos realizados recentemente têm mostrado o verdadeiro resultado dessas interações nocivas sobre crianças e adolescentes. 

  • Por melhores que sejam a estrutura física, o corpo técnico e os recursos tecnológicos oferecidos por uma instituição. Sua qualidade só será realmente reconhecida devido a excelência dos resultados que ela obtém com seus alunos. Para isso, ela precisa contar com uma ferramenta fundamental: a realização de oficinas pedagógicas.

  • Muitas pessoas não enxergam o papel do diretor escolar, acreditando se tratar daquela figura distante, que se encontra atrás de uma mesa, delega funções aos colaboradores de uma escola e castiga os alunos que não são obedientes ou estudiosos. Essa é uma visão distorcida de um profissional que é fundamental para o funcionamento das instituições de ensino.

  • Segundo o portal de notícias G1, a falta de pagamento das mensalidades escolares cresceu 22% nos ensinos fundamental e médio e 38% no superior nos últimos três anos. Para reduzir a inadimplência, gestores escolares estão se reinventando e utilizando estratégias como a notificação de cobrança por e-mail e SMS.

  • Um dos fatores fundamentais para o sucesso de uma instituição de ensino é a forma como a comunicação entre escola e alunos acontece no dia a dia. Conhecer a linguagem e os meios que esta geração utiliza para a interação é o primeiro passo para estabelecer uma ponte com os estudantes e garantir excelentes resultados. 

  • Empresas de todos os ramos e portes devem, de tempos em tempos, passar por um planejamento estratégico. Para tal, são utilizadas várias ferramentas e metodologias para definir a estratégia que deve ser seguida pela empresa. Neste post, iremos abordar a análise SWOT para instituições de ensino e como ela pode ajudar a traçar novos objetivos.

  • O trabalho na área educacional é árduo, mas muito compensador, não há dúvida. Algo que não se pode dizer é que não é uma carreira em constante evolução e cheia de desafios — novos e antigos. 

  • O Gestor Escolar é como um maestro que conduz uma orquestra, aqui representada por todos os integrantes da escola: os alunos e os seus pais, os professores, os funcionários e a comunidade à qual pertence. Contudo, nem todas as pessoas têm o perfil de gestão

  • A gestão de instituições de ensino envolve preocupações com várias áreas, que vão desde assuntos financeiros, como a retenção de alunos e o controle da inadimplência, até pontos mais técnicos, como a mensuração da qualidade de ensino e a didática aplicada.

  • Existe um sistema educacional focado em melhorar a maneira de explorar a tecnologia educacional, com o objetivo de aprimorar o aprendizado individual. Ao mesmo tempo, ele permite reconhecer o que, onde, como e quando cada um dos alunos aprende com mais facilidade. Você sabe a qual sistema educacional nós estamos nos referindo?

  • Um software de gestão online para escolas pode trazer vantagens e benefícios para todos os envolvidos no processo acadêmico. Gestores melhoram o nível gerencial das operações e estratégias de negócio, os professores têm mais produtividade com menos esforço, os alunos aprendem mais e se desenvolvem mais rápido, os pais participam mais do desenvolvimento dos filhos e os funcionários aumentam o nível de agilidade e precisão das tarefas.

  • O sistema de avaliação de uma escola está diretamente ligado à sua qualidade. Afinal, preparar os alunos para os desafios que enfrentarão exige a realização de simulados, provas e demais formas avaliativas. Além disso, os procedimentos estabelecidos pela instituição para corrigir gabaritos afetam diretamente o trabalho do professor. 

  • Uma preocupação natural de todas as escolas é a renovação de matrícula. Como garantir a retenção de alunos diante de um mercado extremamente competitivo?

  • Educar não é mesmo uma tarefa simples! Afinal, gerir uma instituição de ensino envolve tarefas diversas, que incluem o cuidado físico dos alunos, a organização do espaço e as atividades burocráticas e administrativas. Além, é claro, do esforço pedagógico.

  • Apresentado ao mundo em 2003, o NPS vem ganhando cada vez mais adeptos. Empresas de todos os mercados e portes já testaram e aprovaram o método, mas se você ainda não conhece, vamos explicar como funciona e também como é possível aplicar esta pesquisa na educação e aprimorar o seu planejamento estratégico de marketing. Acompanhe!

  • Resultados acadêmicos, controle financeiro, documentos expedidos, estoque e materiais utilizados, inadimplência, matrículas — a quantidade de dados que precisam ser organizados para a administração de uma instituição de ensino é gigantesca. Para realizar o monitoramento, a utilização de planilhas ainda é um recurso muito frequente. Porém, será que elas realmente são a melhor maneira de otimizar a gestão escolar?

  • Um novo ano letivo está começando e este é o momento em que os gestores escolares devem reunir suas equipes para construírem, juntos, um planejamento escolar eficiente. O grande desafio é determinar quais são as ações necessárias para o sucesso. 

  • Será que, além de oferecer um ensino de qualidade aos seus alunos, a sua instituição de ensino também está disposta a aprender? Neste post, você vai compreender como implementar uma gestão financeira de excelência na sua escola. 

  • Você provavelmente já ouviu falar sobre Business Intelligence (BI). Mas será que sabe, de fato, como esse novo conceito da administração e TI se aplica à gestão escolar?

    É preciso entender um pouco mais sobre essa tendência de mercado e os benefícios que ela pode trazer nos negócios voltados para a educação. Por isso, separamos aqui algumas explicações que você vai gostar de conhecer. Confira!

  • Você notou que cada vez menos jovens têm interesse em seguir carreira como professores? Essa não é apenas uma impressão que temos sobre o momento atual da sociedade: é um fato.

  • A tecnologia está em todo o lugar, e isso está longe de ser ruim. Hoje, muitas empresas se beneficiam com a adoção de softwares de gestão, que automatizam processos e facilitam as rotinas diárias, trazendo mais organização e melhorias.

  • Gasto ou investimento? A diferença pode estar na forma como os recursos são utilizados. Quando empregados corretamente, eles podem garantir excelentes resultados na qualidade do ensino. Mas para que isso aconteça, o primeiro obstáculo a ser vencido é o desperdício. Qual a solução? Um bom controle de estoque! Você sabe como usá-lo para evitar despesas desnecessárias em sua escola?

  • Sabemos que, atualmente, muitas escolas ainda não contam com um sistema de gestão financeira que atenda a todas as suas demandas gerenciais. 

  • Você já deve saber que o Enem é um exame nacional aplicado anualmente para medir o conhecimento adquirido pelos alunos ao longo do Ensino Médio, certo? Trata-se de uma alternativa aos tradicionais vestibulares e que pode abrir, ao candidato bem-sucedido, um verdadeiro leque de oportunidades para o futuro.

  • O ano de 2016 está acabando e os diretores escolares estão interessados no que está para acontecer em 2017. Preparar uma gestão financeira escolar eficiente é essencial para começar o próximo ano com o pé direito. Hoje, mostraremos 6 importantes práticas a serem adotadas em uma gestão financeira eficiente para o ano que se inicia. Confira abaixo o material que preparamos para você!

  • A tecnologia em sala de aula é vista por muitas pessoas como uma vilã, pois dispersa os alunos, dificulta o aprendizado e diminui a produtividade em classe.

  • Poupar tempo e esforços da equipe administrativa, liberando-a de realizar tarefas operacionais e permitindo o foco em ações estratégicas e na implantação de melhorias, são as principais razões pelas quais muitos optam por mudar de software de gestão escolar.

  • Dentro do ambiente escolar, o professor exerce um papel fundamental. Cabe a ele ser o elo de ligação entre os alunos e a escola. Praticamente todo o relacionamento existente entre estas duas esferas é feito por meio da figura do professor. Por esse motivo, é importante motivar os professores tanto dentro quanto fora do ambiente escolar.

  • Independentemente da área de atuação, hoje é fácil sintetizar os benefícios da automatização de processos internos. Dentre eles podemos citar o aumento da produtividade dos colaboradores, a redução de custos e a melhora na prestação de serviços.

  • Desenvolvimento humano. Se existe um objetivo que une educadores, é justamente esse. Cada um a seu modo, pais e escola desejam que o aluno inserido na instituição alcance esse ideal e que a expansão plena de suas potencialidades seja promovida. Para isso, o relacionamento entre família e escola é fundamental.

  • No mundo atual, com mudanças constantes, em que os jovens têm expectativas e problemas totalmente novos, a escola deve acompanhar o desenvolvimento da sociedade e suas transformações. Dentre tais mudanças, está o relacionamento do ensino com o desempenho dos alunos no Exame Nacional de Ensino Médio. Nesse post, vamos apresentar dicas que podem ajudar a aumentar a nota da escola no Enem!

  • Uma das situações mais frustrantes que um professor pode enfrentar é quando ele prepara uma aula, dedica-se, e vê que há aqueles alunos desconectados e apáticos, que não prestam atenção no que ele diz, como se estivessem no mundo da lua. Como fazer para engajar estes alunos desinteressados? Como conectar-se com alunos desconectados?
  • A educação precisa traçar novos rumos. Obviamente a escola não consegue acompanhar o ritmo alucinado das evoluções tecnológicas, porém é vital que as instituições de ensino trabalhem em prol de uma educação modernizada e colaborativa, pois a inovação e colaboração são os dois fatores que têm a capacidade de transformar ideias em ações: foi por meio de um clube de computação básica no ensino médio que se juntaram duas grandes mentes da tecnologia atual: Bill Gates e Paul Allen, fundadores do Google.

  • A inadimplência escolar é um dos mais graves problemas enfrentados pelas instituições escolares. Um excesso de inadimplentes pode comprometer seriamente o fluxo de caixa da escola e fazer com que a instituição, por sua vez, também não possa honrar compromissos. Devido à sua gravidade, a inadimplência escolar deve ser evitada a todo custo. É verdade que sempre haverá alunos ou responsáveis que vão atrasar as mensalidades, porém, tomando as precauções necessárias, é possível fazer com que os atrasos se minimizem.

  • A nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação, publicada em 03 de julho de 2016, inclui as artes visuais, a dança, a música e o teatro nos currículos dos diferentes níveis da educação básica. Os cursos de pedagogia e correlatos têm até cinco anos para promover a formação dos professores para implantar esses componentes curriculares no ensino infantil, fundamental e médio.

  • A perda de dados em uma instituição de ensino, quer seja no campo pedagógico, financeiro ou administrativo, é um pesadelo pelo qual nenhum gestor de escola quer passar. Saber que dados confidenciais de sua escola foram apagados ou até mesmo roubados pode desestabilizar e desacreditar qualquer gestor, afinal, toda informação  gerada pela escola está sob sua responsabilidade.

  • A inovação e tecnologia trazem precisão e agilidade ao ambiente escolar.

  • O marketing feito através de e-mails é um dos recursos não muito utilizados por instituições de ensino, mesmo sendo ele um dos mais efetivos meios de se captar e fidelizar alunos. Entretanto, para que essa eficácia ocorra, é preciso saber de que forma e quando enviar os e-mails para se obter um retorno positivo, conscientizando-se que trata-se de um processo de relacionamento que pode ser feito a longo prazo. Separamos algumas dicas para que sua escola utilize o e-mail marketing de forma eficaz:

  • A febre mundial, o novo jogo virtual Pokémon Go, tem cada vez mais adeptos, de todas as idades. O jogo é divertido e cheio de desafios e metas a cumprir para ganhar Pokémons raros! O jogo tem causado polêmicas: muitos elogiam o Pokémon Go, porém muitas pessoas acham o jogo muito simples. Entretanto, ao se observar o jogo com atenção, podemos ver que há benefícios que podem ser usados em favor da educação. Como os professores são geralmente criativos, eles encontram um meio de fazer com que o aluno se divirta, mas também usufrua do Pokémon Go para aprender.

  • Se você quer que sua escola destaque-se pela qualidade, é fundamental que você tome atitudes para obter essa conquista. O primeiro passo é acreditar que atingir sua meta é possível. Usando as estratégias certas, é possível turbinar o desempenho de seus alunos. Saiba como:

  • Você já percebeu o quanto o comportamento das pessoas mudou nas últimas décadas? Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que a internet já chegou à casa de mais da metade da população brasileira. As redes sociais tomaram conta do dia a dia das pessoas e aparelhos modernos tornam rotinas de trabalho muito mais fáceis. Todas estas novidades contribuíram para que as pessoas mudassem a forma como consomem produtos, interagem umas com as outras e também como aprendem.

  • Para que uma escola funcione bem, são necessários diversos registros: notas de alunos, históricos escolares, memorandos de reuniões, anotações de conselhos de classe e justificativas de faltas são apenas alguns exemplos onde a burocracia está presente. Se impressos, todos estes documentos resultariam em pilhas de papeis espalhados pela secretaria, não é mesmo? Agora imagine precisar de determinado documento para concluir uma matrícula escolar. O tempo necessário para encontrar este registro pode atrasar processos e comprometer a agilidade das matrículas e rematrículas.

  • O ideal de todo gestor escolar é o de atuar nos setores em que ele se faz mais necessário, e poder dedicar-se com mais atenção à área pedagógica, que é o coração da escola, pois é dela que sairão os bons frutos, se forem bem cultivados durante o ano letivo. Porém, como conseguir lidar com todas as obrigações concernentes a você, gestor, de forma eficaz, sem deixar que nada lhe falte ao controle, para o bom andamento da instituição de ensino? É exatamente com esse intuito que foi criado o software de gestão escolar, ferramenta imprescindível. Conheça algumas das incontáveis vantagens de se obter um software de gestão escolar de ponta:

  • A tecnologia faz parte de nosso cotidiano, especialmente das crianças e adolescentes, portanto, na escola, não poderia ser diferente. O professor precisa se adequar e usar a internet a seu favor no campo pedagógico. Se você quer usar de inovação em suas aulas, mas não sabe de que forma, separamos algumas estratégias para você começar a explorar o mundo virtual com seus alunos:

  • Com a revolução que a tecnologia trouxe para a vida de todos, chegou a vez das escolas darem um grande passo na sua evolução, transformando o relacionamento com todos os envolvidos na comunidade escolar. Os gestores das instituições de ensino têm um desafio e tanto já que não basta ter a tecnologia apenas como aliada na área educacional. O ideal é que a tecnologia seja implantada de maneira integral, facilitando todos os processos da escola, por meio de um aplicativo de comunicação de comunicação escolar.

  • Todo gestor escolar tem seu dia repleto de responsabilidades. Ele precisa ter sob controle os setores financeiro, acadêmico administrativo e também o pedagógico. Se o gestor não tiver um sistema de gestão escolar de qualidade eficiente, certamente perderá tempo com a burocracia que envolve a rotina escolar, sem conseguir dar a devida atenção à área mais importante de qualquer instituição de ensino: a pedagógica.

  • O Google trouxe uma verdadeira revolução no campo da pesquisa virtual. É um site poderoso, referência quando se trata de pesquisa. O que talvez você não saiba, é que, além da utilidade pela qual o site é mais conhecido, há uma variedade de ferramentas valiosíssimas que o Google dispõe, e algumas são fantásticas para o ensino!

  • A gestão financeira escolar é uma medida importantíssima para que qualquer instituição se mantenha, pois é através do setor financeiro que a escola paga seus funcionários, suas despesas, investe em melhorias e permite que a escola esteja bem preparada para receber seus alunos, garantindo um bom funcionamento pedagógico.

  • Quando pais buscam por uma escola ideal para seus filhos, desejam uma escola que atenda às necessidades educacionais de seus filhos, que ensine-os com alto padrão de qualidade e que seus filhos sejam tratados com respeito e individualidade. Porém, de que forma você pode demonstrar aos pais que sua escola é a melhor dentre tantas outras?

  • Refletindo um pouco sobre como as novas tecnologias tomam um espaço cada vez maior na vida das pessoas é possível entender o poder que a mídia exerce em cada setor de nossas vidas, não é verdade? Na Educação não é diferente. A escola, por sua vez, por vezes demora a compreender o impacto dessas mídias na formação da consciência do indivíduo e dos valores da sociedade. E com isso, nada mais normal que ocorra uma perda de lugar para os meios de comunicação no ordenamento dos valores e significados.

  • Primeiramente, precisamos compreender o que é a ansiedade social. Todos nós, em alguns momentos, experimentamos um certo medo de sermos julgados, ou de estarmos fazendo papel de ridículo, porém, quando a pessoa possui ansiedade social, este medo é muito pior: quando uma pessoa com ansiedade social está diante de uma situação na qual ela é o centro das atenções, ela pode ter taquicardia, náusea, sudorese e tontura. Ao sentir estas sensações, ela preocupa-se pelo fato das outras pessoas perceberem que ela está sentindo-se assim, o que faz com que os sintomas se agravem.

  • A prioridade de toda escola deve ser a educação. Uma instituição comprometida com a excelência na postura educacional precisa investir, sobretudo, no planejamento escolar, em profissionais qualificados e comprometidos com o aprender. Para que o processo ensino-aprendizagem se desenvolva de modo pleno, é fundamental que o corpo docente da escola seja dirigido por um profissional de máxima competência. E quem seria responsável por manter, como um maestro, a orquestra escolar – no caso, os educadores – “tocando” no mesmo ritmo, de forma que o processo de aprendizagem se dê de forma consistente e harmônica? Esse profissional é o supervisor escolar.

  • Para que tenhamos uma inclusão de fato, precisamos estar atentos a todos os tipos de alunos inclusos, e saber de que forma podemos atendê-los e mediá-los na aprendizagem com eficácia.

  • Por que devemos inovar na educação? Quantas vezes você já parou para se perguntar isso? Fato é que a própria sociedade cada vez mais exige respostas inovadoras a todo instante. Contudo, cabe à educação, um papel fundamental no que diz respeito à inovação, tanto aos comportamentos quanto às atitudes.

  • A participação dos pais no processo educativo é primordial e exerce mudança significativa na aprendizagem de seus filhos. Entretanto, nem sempre a relação entre pais e professores acontece. O que por vezes acontece é um jogo de culpa em que cada parte joga a responsabilidade do mau desempenho do aluno para a outra parte, o que faz com que não se chegue a um consenso que beneficie o principal interessado nesta batalha: o aluno. Selecionamos aqui algumas dicas para os professores que podem ajudar no relacionamento positivo entre estes e os pais ou responsáveis:

  • Cada um de nós nasce com uma determinada personalidade e temperamento. Há pessoas que possuem um certo grau de timidez, extroversão ou algo entre estas duas características. É claro que, a partir do momento em que crescemos, este traço, a princípio dominante, passa a ser apenas mais um fator em nosso comportamento, que torna-se mais complexo do ponto de vista psicológico. Algumas pessoas conseguem deixar de ser muito tímidas, porém outras não. Mas quando é que a timidez passa a ser não apenas uma característica, e sim um problema?

  • Você deve estar se perguntando o que, de fato, um app de comunicação escolar pode interferir nas matrículas de sua escola, não é mesmo?

  • Faltas – em qualquer nível escolar – tem consequências negativas para os alunos. Sobretudo se o aluno falta constantemente. Alunos que possuem muitas faltas, via de regra, apresentam notas baixas e baixo desempenho escolar. Isso acontece porque eles não conseguem acompanhar a sequência das disciplinas escolares. Crianças faltantes apresentarão comprometimento em seu desempenho durante toda sua vida escolar, e adolescentes faltantes são fortes candidatos à evasão escolar.

  • A educação é um dos setores que mais exigem mudanças drásticas para atender às necessidades dos estudantes e seus pais, que hoje apresentam um perfil bastante diferenciado e exigente. Para organizar e otimizar seus processos, a instituição de ensino moderna deve contar com um sistema de gestão escolar eficaz que garanta crescimento e melhoria da qualidade de ensino. Desta forma, as tarefas antes desempenhadas manualmente pela secretaria, área financeira e direção passam a ser automatizadas, ganhando agilidade e confiança. Com o aplicativo ideal, a comunicação entre gestores, professores, pais e alunos também nunca mais será a mesma.

  • É fato que quando os pais participam da educação de seus filhos, o desempenho escolar deles melhora consideravelmente. Pais participantes do processo educativo demonstram aos filhos o quanto a educação é importante, e isso se reflete na performance dos alunos. Por outro lado, quando os pais não estão de fato comprometidos com a educação de seus filhos, deixando essa responsabilidade apenas a cargo da escola, isto geralmente se reflete em baixo desempenho por parte dos alunos.

  • O agravamento da inadimplência escolar é um dos reflexos da crise econômica pela qual o Brasil passa. Com o aumento da taxa de desemprego e a queda do poder de consumo da população, o orçamento das famílias fica cada vez mais apertado no final do mês e, com isso, os pagamentos deixam de ser feitos. Num cenário instável, como o atual, a gestão escolar deve estar preparada para lidar com esses desafios e lançar mão de estratégias que diminuam os impactos da falta de pagamento das mensalidades. Confira, a seguir, dicas de como tratar a inadimplência escolar.

  • A interação dos pais no processo escolar e educativo é de suma importância. É sabido que quando os pais estão engajados na aprendizagem, os alunos obtêm melhor desempenho. Entretanto, o envolvimento da família na educação ainda é bastante tímido. Muitos pais não participam ativamente da vida escolar de seus filhos, e as razões para tal são muitas:

  • A tecnologia assistiva foi criada com o intuito de auxiliar indivíduos com os mais variados tipos de deficiência - desde problemas cognitivos até deficiências motoras. O uso da tecnologia na educação inclusiva é um meio efetivo de progresso para muitas crianças, pois elas geralmente experimentam um melhor desempenho quando podem utilizar suas habilidades para trabalharem suas dificuldades.

  • A educação está evoluindo rapidamente e as escolas precisam de agilidade e inovação na mesma velocidade para sobreviverem num mercado cada vez mais competitivo. Um eficiente aplicativo de comunicação escolar, que integre gestores, professores, pais e alunos pode ajudar nesta empreitada, com todos tendo a escola na palma da mão.

  • Escolher um sistema de gestão escolar apropriado é uma das principais decisões que um administrador pode tomar para otimizar os processos e garantir o sucesso de uma instituição de ensino. Nesse sentido, sabemos que um software eficiente para gestão escolar é, de fato, uma dessas ferramentas capazes de organizar uma instituição, para que ela possa crescer e cada vez mais aprimorar a sua qualidade do quesito ensino.

  • O Escolaweb traz a solução completa para gestão da sua escola, veja abaixo um vídeo sobre o nosso corretor de provas

  • Os professores enfrentam atualmente o desafio de tornarem suas aulas mais interessantes. Estamos ensinando uma geração focada na tecnologia, cuja paciência para aulas tediosas é inexistente. O que fazer, então, para que nós, educadores, nos adequemos a estes estudantes ansiosos e sedentos por inovação?

  • Com o início do ano, surge a necessidade premente de não somente manter seus alunos, mas conseguir captar novos estudantes para sua instituição. Para isto, é fundamental desenvolver estratégias de marketing efetivas para atingir seus objetivos. Saiba que muitas destas táticas não representam custo algum à sua instituição. Ao preocupar-se com os pequenos detalhes, você terá um grande e surpreendente resultado.

  • Como bem sabemos, a retração na economia brasileira tem atingindo a todos de uma forma geral, não é mais novidade. O mesmo problema, portanto, é enfrentado nas escolas da rede particular. Com essa crise, existe também aumento da inadimplência é bastante relevante.

  • A gamificação na educação tem se tornado um elemento poderoso para tornar as aulas mais atraentes e divertidas. Mas afinal, o que vem a ser gamificação? Por definição, trata-se do uso de mecanismos e projetos de games (jogos) para aprimorar contextos variados, geralmente não relacionados a jogos. Ela pode ser definida como uma forma de fixar a matéria estudada a partir de atividades interativas.

  • As avaliações representam uma poderosa ferramenta para se diagnosticar a aprendizagem dos alunos, desde que seja dada criteriosamente. Sabemos que de nada adiantam as avaliações formais, para as quais os alunos preparam-se através de memorização de curta duração, e logo após o teste se esquecem do conteúdo, para saber realmente qual conteúdo pedagógico os alunos foram capazes de aprender, compreender e usufruir.

  • Administrar uma escola não é tarefa fácil, demanda disciplina, organização e planejamento, principalmente em relação às aulas e eventos que acontecerão na escola ao longo de todo o ano letivo. Por isso, sabemos o quão difícil é essa tarefa, afinal, são muitos cuidados a serem tomados.

  • Por conta do desemprego e da inflação que afetaram a economia brasileira, muitos pais estão mudando os filhos de escolas particulares. Só no Estado do Rio de Janeiro, cerca de 40 mil alunos não vão renovar suas matrículas e deverão disputar vagas com os 280 mil estudantes da rede pública estadual e municipal, conforme reportagem do O Globo.

  • A música está presente na vida de todas as pessoas desde cedo, seja ouvindo canções de ninar, canções educativas na escola e em programas de TV infantis, no rádio em nossas casas e no carro, até que cada pessoa desenvolva seu próprio gosto musical.

  • O gestor desempenha um papel vital em uma instituição de ensino. Os professores são aqueles que ficam na linha da frente, porém, o sucesso ou fracasso deles advém, em grande parte, do desempenho de uma gestão escolar moderna. Devido a isto, qualquer instituição de ensino precisa ser comandada por um gestor competente e criativo, consciente das mudanças mundiais na área pedagógica e que esteja em busca constante de aperfeiçoamento, para conseguir reter, bem como captar novos alunos. Como ser este administrador em constante evolução, capaz de motivar docentes e discentes e vencer a concorrência?

  • Bem se sabe (ou ao menos, imagina-se) que o trabalho dentro de uma secretaria escolar não é fácil! Entre papeladas, responsabilidades, atendimento à comunidade, reuniões e compromissos, os profissionais que atuam nesta área podem acabar tendo sérios problemas com organização, não é verdade?

  • Sem sombra de dúvida, os alunos mais difíceis para um professor lidar são aqueles que acabam as atividades em menos de cinco minutos e requerem nossa constante atenção. O que fazer para que alunos superdotados(alto desempenho escolar) fiquem ocupados, porém não entediados, e que seu potencial seja aproveitado ao máximo?

  • A educação inclusiva é uma realidade atualmente, e isso é muito bom. Trabalhar com portadores de necessidades especiais traz benefícios aos alunos especiais, aos demais alunos e aos professores. Essa interação gera crescimento das habilidades cognitivas e emocionais. Porém, para alguns educadores, esse processo pode ser meio assustador, pois ao adentrar em uma sala de aula e ter o primeiro contato com os alunos especiais, nem sempre o educador sabe como lidar com ele, e sente-se despreparado, sem saber ao certo como será a aprendizagem e a interação com estes alunos. Surge também a dúvida a respeito de qual tipo de necessidade especial determinado aluno possui, e isso pode causar certo desconforto, e o próprio aluno pode sentir-se ansioso, quando não conhece o professor. Descrevemos aqui um meio da escola minimizar estes sentimentos. Saiba como:

  • Alunos, seja de qual faixa etária for, precisam estar motivados para que a aprendizagem seja efetiva. Nem sempre temos alunos motivados. Alguns até mesmo estudam após um dia de trabalho. Então de que modo podemos fazer com que o conteúdo ensinado seja verdadeiramente aprendido? Aprenda como fazer isso através das dicas a seguir:

  • Após o advento da internet, vivemos em uma época de grandes transformações. Mudanças substanciais têm ocorrido no campo educacional, e precisamos estar a par de todos os recursos e novidades que a web pode nos proporcionar, quando tais alterações possibilitam melhoras no ensino. Os materiais dos R.E.A. – sigla de Recursos Educacionais Abertos – representam uma ferramenta inovadora, que desperta a criatividade de educadores e alunos.

  • Você sabia que é muito importante ter bem claro tudo que se pretende fazer durante uma aula?

    Pois é. Ter um plano detalhado que registre seus objetivos, a matéria que será trabalhada, o material utilizado, o que será feito e quanto tempo vai levar, pode proporcionar uma organização que pode ser a diferença entre uma aula bem sucedida ou não.
  • Embora seja muito difícil, às vezes a reprovação acontece. Por mais que o professor auxilie o aluno e busque recursos; por mais que a escola tente uma recuperação paralela, infelizmente a reprovação por vezes é inevitável. Porém, como a escola ou o professor pode comunicar ao aluno e aos pais sobre a reprovação de forma que seja algo aceitável?

  • Hoje em dia, as empresas se preocupam muito com o ambiente de trabalho e o clima organizacional, estabelecendo diversas normas e políticas para que seus funcionários se sintam satisfeitos e mais produtivos. Os gestores de escolas também devem agir de forma a garantir o melhor ambiente escolar para alunos, professores e pais de alunos.

  • Como em qualquer empresa, uma escola também deve ter suas métricas. Só com o acompanhamento delas, os gestores estarão preparados para tomar as decisões corretas sobre investimentos e, consequentemente, aumentar a qualidade de ensino, do número de alunos e por que não dizer, do seu lucro.

  • Quando entramos em uma escola pela primeira vez, o nosso destino é certo: a secretaria escolar. É lá que vamos buscar as primeiras informações. Mas, a secretaria escolar também é um setor que possui muitas responsabilidades no cotidiano da instituição de ensino.

  • Em tempos de crise econômica, cada um se defende como pode. Com as escolas não é diferente. Muitas vezes, somente a mensalidade paga pelos alunos matriculados regularmente não permite que o caixa feche de forma confortável. Sendo assim, é preciso lançar mão de algumas ideias para ter um aumento no faturamento e deixar o caixa respirar.

  • Não há mais como negar. As redes sociais já fazem parte do cotidiano de grande parte das pessoas mundo afora. E as instituições de ensino também entraram nessa. Para a escola, estar nas redes sociais a aproxima de seus estudantes e dá a ela mais um canal de comunicação com os pais.

  • O período mais aguardado do ano está chegando: as férias escolares. As crianças passam meses planejando o que fazer, para onde ir. No entanto, os projetos podem não entrar em prática, pois muitos pais não conseguem conciliar o seu recesso para a mesma época. Aí vem a pergunta: o que fazer com as crianças? Já pensou em fazer uma colônia de férias? Sim, uma colônia de férias é uma excelente saída! O próprio colégio pode oferecer atividades, o que é bom para todos os lados: para a instituição que terá uma renda extra, para os pais, que poderão deixar seus filhos se divertindo e em segurança, e para as crianças, que terão férias tediosas em frente a TV.

  • Mais um ciclo se encerra, mais uma confraternização de final de ano chega! Com o fim do ano letivo, as confraternizações escolares passam a ser o assunto da vez. Afinal, após um ano inteiro de estudos, crescimento e aprendizado, o que os alunos mais desejam é ter um momento de celebração com seus colegas e familiares.

  • Muito se tem falado e discutido sobre inclusão. Atualmente, alunos com necessidades especiais são uma realidade nas escolas. Ao recebê-los, os professores sentem-se muitas vezes perdidos, sem um rumo que os norteie. Como podemos realizar realmente a inclusão, de modo que os alunos deficientes sintam-se verdadeiramente parte da turma em que estão inseridos? Eis aqui os passos para que sua aula seja efetivamente inclusiva:

  • Perguntas como “quem sou eu? O que eu quero ser?”  são bastante comuns na vida de um jovem adolescente. Fase repleta de questionamentos, pensamentos, sentimentos e ações, que, com a ajuda da escola, o adolescente muitas vezes consegue chegar a essas questões e a buscar suas próprias respostas. Esses jovens passam boa parte de seu dia fora de casa e, além de tudo, passam por uma redefinição da imagem corporal. Eis uma fase de alterações físicas, mentais e sociais. Ele está se individualizando, rompendo vínculos e buscando autonomia Na escola isso se reflete em estudos deixados de lado e uma pitada de rebeldia. As vezes, as mudanças afetam diretamente o desempenho escolar e as notas do aluno, que não está preparado para tantas novidades no corpo e na vida em sociedade.

  • Todas as crianças em fase escolar buscam pelos mesmos objetivos: aprender, cultivar amizades, sentir-se valorizado e conseguir assimilar os conteúdos dados. Para que todas as crianças obtenham êxito, quer sejam deficientes ou não, é necessário adequar o ambiente escolar, para que ele torne-se propício para toda e qualquer criança. Os gestores escolares podem fazer muito para que sua escola transforme-se em um ambiente verdadeiramente inclusivo.

  • Os professores lutam atualmente com uma série de distrações: videogames, smartphones e as diversas redes sociais, entre outros itens, fazem com que os estudantes tenham cada vez menos vontade de estudar em casa. Como podemos, então, no mundo em que vivemos, fazer com que o aluno não só faça as lições de casa, mas também se interesse por estudar fora do ambiente escolar? Separamos várias dicas para estimular alunos a estudar em casa. São sugestões fáceis de empregar. Então, mãos à massa:

  • Você sabia que o pensamento crítico é fundamental para um ensino de qualidade? Afinal, esta é, sem dúvida, a melhor maneira que um aluno encontra de pensar por si próprio e de tomar as decisões sobre em que acreditar e o que fazer, por exemplo, de forma racional, confiável e responsável. Além de ser uma habilidade onde se faz questionar ideias e opiniões (nossas e de terceiros) o pensamento crítico não se resume apenas à lógica formal, mas também se preocupa com a verdade ou falsidade das nossas crenças e com as capacidades, atitudes e práticas necessárias para a construção de uma visão do mundo.

  • Planejamento, na prática, é antecipar uma prática, ou seja, é prever e programar as possíveis ações para chegar a um resultado desejado, possibilitando à equipe gestora um caminho para a tomada de decisões. Mas, e se não tiver planejamento? Aí as coisas ficam mais difíceis. Sem o planejamento adequado, como se diz por aí, o barco vai ao sabor do vento. E, em uma unidade escolar, isso não é nada bom. É necessário não trabalhar na base do improviso ou da reprodução de planos anteriores (mesmo que tenham dado certo) e sem avaliar o resultado do trabalho.

  • Que os professores são peças-chave na sala de aula, todos nós sabemos. Mas para que eles passem pelas dificuldades - seja para lecionar quando estiver iniciando a carreira, seja para se adequar a uma nova escola mesmo já sendo experiente - o papel do coordenador pedagógico é fundamental. Então, se os seus professores estão com dificuldades, somente com o seu apoio é possível driblar a ansiedade, a insegurança, a agitação dos alunos e algum comportamento mais hostil por parte dos outros docentes. Dessa forma, o coordenador pedagógico deve estar atento e disponível para ajudar na integração do novo professor com o restante da equipe e com os estudantes. Tem dificuldades para ajudar a sua equipe? Veja essas dicas:

  • Em uma era onde a tecnologia está basicamente na palma de nossas mãos, não dá para deixar de lado a onda dos celulares e aplicativo para escolas. Hoje, esses aparelhos smarts são sinônimos de conectividade e realizar ligações passou a ser somente um detalhe a mais nesse leque de possibilidades. Em vista que esse assunto já deu muito pano pra manga em diversas escolas, a utilização dos celulares nas mãos dos jovens deve ser orientada com cautela, deixando a cargo dos professores decidir se é possível seu uso em sala de aula ou não.

  • Você tem percebido que ultimamente os números para captação de alunos já não são mais os mesmos? As estratégias convencionais não apresentam resultados como antes, é verdade. Mas então, como reverter esse cenário? Bom, o fato é que muitos gestores acabam anunciando em diversas mídias mas ainda assim, nenhum método atinge o resultado esperado.

  • Trânsito congestionado, filas duplas, excesso de veículos, pedestres atravessando fora das faixas e, o pior, muitas crianças no meio disso tudo. Parece familiar? Sim, não é? Afinal todos nós já passamos por isso ao levar um filho, sobrinho ou vizinho à escola. E não importa se a rua é estreita ou é uma grande avenida. Os problemas continuam. Mas, de repente, me ocorreu uma coisa: será que a escola teria como puxar para si essa responsabilidade e controlar, de forma organizada, o fluxo de pais e a entrada e saída de alunos? Talvez sim. Se você é um gestor escolar, dê uma olhada nessas dicas para gerenciar o portão da sua instituição:

  • Por acaso já passou pela sua cabeça, enquanto gestor de uma unidade educacional, ter um seguro escolar para sua instituição? Se a sua resposta foi não, talvez seja a hora de se informar melhor sobre este serviço. Que tal começar a ponderar os benefícios que ele pode trazer?

  • Um educador, assim como qualquer outro profissional, precisa de ferramentas que tornem seu trabalho mais eficiente e produtivo. Nesse artigo, você vai encontrar seis dicas úteis para que os educadores possam usar a rotina a seu favor, e otimizar o trabalho. Compartilhe esse texto com todos os educadores de sua escola, para que eles também possam aplicar essas dicas imediatamente!

  • Administrar o orçamento em instituições de ensino requer muita organização e responsabilidade. É fundamental que as pessoas responsáveis pela gestão financeira saibam como estão sendo gastos os recursos da escola. O controle financeiro permite identificar onde estão sendo realizados gastos desnecessários e os pontos nos quais poderiam ser investidos mais recursos, seja para novas contratações ou para compra de inovações tecnológicas.

  • Educomunicação é um neologismo e se refere à união das áreas de Educação e Comunicação Social. O que torna a Educomunicação peculiar, é seu método de compreender a mídia na escola ou na comunidade, através do olhar genuíno do aluno. O processo das atividades tem maior valor do que o produto, propriamente dito. O foco está no aprendizado. E isso requer o bom aproveitamento dos espaços de produção e usar os mesmos para abrir um canal de expressão e letramento, afinal, alfabetizar não é somente ler e escrever e sim, saber se comunicar!

  • Educação Financeira é uma matéria que não cai no vestibular, mas que merece a atenção das escolas de ensino médio e técnico. Afinal, lidar com o dinheiro não é uma tarefa fácil para os adolescentes e jovens, principalmente se na infância eles não tiveram as primeiras valiosas lições sobre o tema. Como fazem parte de uma sociedade mergulhada no consumo, esse público acaba perdendo a noção do valor do dinheiro se não tiverem bem orientados. Então, o negócio é combater o risco de cara. E, para isso, pais e escola devem estar unidos nesse projeto.

  • Não é novidade alguma que vivemos numa nova era da comunicação, onde emails e redes sociais são basicamente os principais pilares para levar e trazer informação. A rapidez e a eficácia são tamanhas, que ninguém mais saberia viver sem nada disso. Onde quer que a gente vá, tem alguém digitando compulsivamente em seu celular altamente smart, de última geração, enviando uma mensagem, seja ela um whatsapp, um email ou via rede social. E aí fica a sensação que tudo isso teve início praticamente ontem!

  • Como bem se sabe, a retração na economia brasileira tem atingindo a todos de uma forma geral, não é mais novidade. O mesmo problema, portanto, é enfrentado nas escolas da rede particular. Com essa crise econômica, existe também aumento da inadimplência, principalmente nas escolas que cobram mensalidades de até R$ 600. A boa notícia é que até as fases de crise financeiras costumam ser transitórias, não é verdade? Dado esse aumento absurdo na inflação, os reflexos no orçamento de muitas famílias são imediatos, o que faz com que muitos pais já comecem a deixar de lado o sonho de manter os filhos nas escolas particulares e a opção é migrar para a rede pública.

  • Sabe aquela transparência no relacionamento entre a escola e os pais? Então, ela é primordial. Afinal, o que pode ser mais relevante para um bom caminhar? Fato é que, para as escolas que visam estimular o envolvimento entre pais e alunos com objetivos educacionais, possuem maiores chances de fidelização e ganhar muitos pontos com isso. O foco na família, o trabalho em equipe, assim como o respeito mútuo e as informações geradas de maneira direta, são atitudes simples que podem gerar resultados extremamente positivos na vida das pessoas com relação à escola.

  • Não importa o tamanho da cidade, a maioria das pessoas que está incluída no mercado de trabalho tem uma rotina cansativa, estressante e sem tempo para nada. Pequenas tarefas que fujam do programado já fazem com que o dia seja todo “atrapalhado”. Uma vez por ano os pais precisam ir à escola para fazer a matrícula dos seus filhos, ou seja, é mais uma tarefa. O que acha de facilitar a vida dos seus clientes e tornar o processo de matrícula mais fácil? A matrícula online pode ser a ferramenta que está faltando em sua escola para tornar a rotina e a relação entre pais e educadores mais harmoniosa.

  • Estamos vivenciando um momento de crise econômica nacional e internacional, realidade que acaba afetando a situação financeira das famílias brasileiras e reduzindo o orçamento de muitos. A educação dos filhos é prioridade para a maioria dos pais, mas, neste cenário de turbulência, é comum que tanto a inadimplência quanto a evasão escolar aumentem.

  • Primeiramente, é importante entendermos que inclusão social é um termo que se emprega a diversos contextos, mas, de modo geral, é utilizado ao fazermos referência à inserção de pessoas com algum tipo de deficiência. 

  • O tempo nunca foi tão precioso como atualmente. Vivemos em uma constante correria, encontrando dificuldade em conciliar família, trabalho e lazer. Essa realidade que vivemos tem um reflexo direto na escolha das escolas por parte dos pais e responsáveis. Afinal, sem tempo hábil, de que forma eles poderão acompanhar o desempenho escolar de seus filhos? É dentro desse contexto que entra o grande diferencial que atrairá novos alunos para sua escola: o aplicativo Escolaweb. Confira abaixo as inúmeras vantagens de ter o sistema Escolaweb em sua instituição:

  • Você já deve ter ouvido o ditado que diz que "é de pequeno que se torce o pepino". Pois é. Ele se aplica muito bem se o assunto é educação financeira para crianças. Afinal, as primeiras lições sobre como utilizar bem o dinheiro devem começar na infância. Capacitar uma criança para que ela faça melhor utilização do dinheiro não é uma tarefa das mais fáceis, principalmente no mundo de hoje, quando os pequenos são bombardeados por propagandas de produtos que lhe interessam. Eles são um alvo muito fácil e, não raro, caem nas garras do consumismo rapidamente. É de extrema importância trabalhar esse tipo de tema nas escolas. A disciplina de educação financeira não está no currículo obrigatório mas muitas e instituições já optam por tê-la na grade. Mais do que lidar com o dinheiro, as crianças aprendem a calcular gastos dentro em um orçamento, a ter uma reserva financeira e a não acumular dívidas. Consumir conscientemente, preocupando-se também com a sustentabilidade é o objetivo.

  • A educação financeira deve começar em casa, com os pais estabelecendo pequenos ganhos aos filhos, ensinando que sempre que pega uma coisa no supermercado ele tem que pagar e pouco a pouco mostrando que para comprar algo maior, é necessário poupar. O processo é longo e deve durar toda infância, adolescência, para que na juventude, ao começar trabalhar, a pessoa esteja preparada para poupar e ter uma boa relação com os seus ganhos. Para colaborar com esse processo, várias escolas tem adotado o ensino de educação financeira na sala de aula. Instituições públicas e particulares investem nesses ensinamentos e transformam crianças e jovens. Atividades que podem ser implantadas naturalmente na rotina de aula podem colaborar e formar jovens bem preparados para lidar com o dinheiro.

  • Não faltam exemplos de atitudes e comportamentos violentos em escolas do mundo inteiro: brigas entre alunos que podem envolver professores e funcionários, vandalismo e destruição do patrimônio escolar, bullying, agressões verbais e físicas e até consumo de drogas.

  • É fato que todo sistema educacional necessita ser constantemente aprimorado quando o assunto é inclusão, sobretudo atualmente, pois as escolas têm recebido alunos portadores de necessidades especiais. Estes alunos precisam de um ambiente escolar propício para que desenvolvam seu lado social e acadêmico. A inclusão representa uma conquista importantíssima, porém traz com ela vários desafios. Há diversos tipos diferentes de necessidades especiais, e cada uma delas requer determinadas estratégias. Porém, não há situação que não possa ser contornada. Com boa vontade, espírito fraternal e perseverança, professores e alunos podem usufruir desse convívio tão enriquecedor e tornarem-se pessoas melhores e mais sábias.

  • A Educação Inclusiva chegou para ficar! Veio para substituir, sem cerimônia, a escola tradicional, em que todos os alunos tinham que estar adaptados ao método pedagógico tradicional e eram avaliados sob o mesmo ângulo. Isso não existe mais.

  • Você já parou para pensar que o funcionamento de uma escola vai muito além das engrenagens professor e aluno? Por trás deles há muita gente trabalhando e, para que a instituição caminhe como um todo, é necessário que as contas estejam em dia. A parte financeira impacta em tudo, por isso é fundamental que os custos e quantias recebidas estejam cuidadosamente organizadas. É aqui que entra a gestão financeira escolar.

  • Ao gerir uma escola é necessário se preocupar com materiais que permitam boas aulas, com conforto de alunos, docentes e demais funcionários, com segurança, dentre tantos outros itens. As preocupações com o ensino de qualidade são tantas que, muitas vezes, há um esquecimento na relação empresa x cliente. Para ter alunos, é preciso ter pais satisfeitos e isso só acontece quando a relação da escola com a família é boa. A organização escolar, o cumprimento de metas, a divulgação dos investimentos, ou seja, a transparência nesta relação acaba deixando o cliente satisfeito. Em troca, a escola ganha, além de alunos fieis e que estarão nela até terminarem o estudo, algo muito procurado por qualquer empresa que quer crescer: o marketing boca a boca.

  • Para que uma instituição de ensino destaque-se dentre as demais, ela precisa ter as seguintes qualidades:

    • Apresentar uma equipe de professores e demais colaboradores competentes e motivados;
    • Ter aulas de qualidade;
    • Possuir todos os recursos e/ou materiais necessários para as aulas e atividades;
    • Dispor de instrumentos pedagógicos específicos para auxiliar os alunos com necessidades especiais ou dificuldades de aprendizagem;
    • Manter um ambiente saudável e higienizado;
    • Possuir uma infraestrutura acessível e adequada para todas as atividades escolares e todos os estudantes.
  • A tecnologia já está em toda parte. Na era digital, as pessoas estão cada vez mais conectadas ao mundo, seja usando redes sociais, seja conversando com facilidade com quem está do outro lado do mundo. E pessoas de todas as idades aproveitam e usam a tecnologia em seu dia a dia. E isso pode ser um problema para escolas que não entram na era digital. Atualmente, a grande tendência é que tecnologia e educação fiquem mais ligadas, mas por ainda estar em fase de transição, é normal que o cenário seja difuso e haja muita dúvida sobre como aproveitar bem a situação. Confira abaixo 4 desafios do sistema educacional na era digital e como aproveitar todos os seus benefícios no dia a dia escolar.

  • É rotina comum nas escolas a criação de documentos personalizados mesclando texto fixo com dados variáveis. E para facilitar o seu dia-a-dia, preparei um vídeo que ensina como diminuir seu trabalho nesta questão somente utilizando o Word e Excel. Assista o vídeo e deixe seu comentário!

  • Almoxarifado é um local na empresa onde são guardados os materiais. A escola, embora seja uma prestadora de serviços, também precisa ter este local muito bem organizado. Você já parou para pensar quanto sua escola gasta com papéis, material de limpeza e higiene? Se sua escola não faz controle de tudo que é comprado e consumido, comece hoje. Só o fato de colocar no papel você já conseguirá observar se existe consumo excessivo e tomar medidas para resolver o problema.

  • Em uma sociedade com recursos que tendem a ficar cada vez mais escassos, o papel da escola não é apenas educar sobre sustentabilidade e consumo consciente, mas acima de tudo, dar o exemplo.

  • O aumento da inflação, juros e desemprego está fazendo o endividamento das famílias crescer a cada dia, e essa situação deve permanecer por mais algum tempo, portanto, é necessário (o quanto antes) que o gestor volte seus olhos para a saúde financeira da escola. O índice de inadimplência é, sem sombra de dúvida, o ponto mais importante a ser observado para garantir a liquidez da escola que é impedida de tomar várias medidas legais que são comuns a outros negócios, e que por isso, no caso de endividamento derruba a prioridade dos devedores de quitarem seus débitos com a instituição, em detrimento de outras dívidas. Conseguir manter a inadimplência em um nível seguro é, certamente, o que fará toda a diferença entre o sucesso e o fracasso. Se pensarmos que a escola não está entre as maiores prioridades no pagamento, quais medidas podem ser tomadas para combater a inadimplência? Reservei algumas dicas simples de serem aplicadas mais que certamente ajudarão manter seu faturamento estável em tempos de crise:

  • Como gestor de uma instituição de ensino você precisa saber em que está falhando, acertando, além de conhecer a opinião dos outros sobre o seu trabalho, e assim promover melhorias dentro da escola e fazer uma auto avaliação torna-se necessário. Realizar uma auto avaliação é fundamental para entender como o seu papel de gestor está sendo cumprido dentro da instituição de ensino. Esta ferramenta consiste não só em um questionário de perguntas, que você mesmo responderá, mas também questionários que serão enviados para funcionários, alunos e pais. A auto avaliação poderá ajudar a aumentar o seu autoconhecimento e compreender como você tomará decisões e reagirá diante das adversidades. Todas as respostas do questionário devem ser aceitas com a maior criticidade possível. Não se esqueça que as críticas são fundamentais para uma mudança construtiva das políticas educacionais da sua instituição.

  • Sua escola sabe o que é e como evitar o bullying? Ele é caracterizado como a prática de atos agressivos contínuos em que há a intenção do autor em ferir física ou moralmente a vítima.

  • Os alunos exibem desempenhos diferentes entre si. Mas você já parou para pensar que pode existir um padrão entre os que não conseguem acompanhar as aulas de maneira desejada? A escola, que trabalha com as mais variadas idades, possui estudantes com diferentes picos de atividade durante o dia. O que acontece é que o nosso corpo muda conforme o passar da idade e, assim, mudam também as necessidades biológicas que temos.

  • A educação em tempo integral foi tema bastante discutido na última eleição presidencial. Com o crescente debate sobre como deve ser a educação no país, uma das ideias é a ampliação do horário em que o aluno permanece na sala de aula. Um dos argumentos é de que a prática pode devolver a relevância da escola na vida do aluno, criando um processo educacional mais completo. Profissionais da área estão de acordo em um ponto: não se pode mais continuar com uma estrutura escolar estabelecida no século XIX. Isso quer dizer: uma escola não deve passar os conteúdos da mesma maneira para diversos alunos, diferentes entre si. Os desafios para a construção de uma escola em tempo integral são muitos. A seguir, entenda um pouco melhor a questão.

  • Há 15 anos a internet ainda não era amplamente acessível. Muitos, só conseguiam usá-la discada e depois da meia noite quando a cobrança de pulso era mais baixa. Parece que foi ontem, mas tudo se modificou muito rapidamente. Hoje, por causa do 3G, estando em qualquer lugar que tenha sinal é possível consultar sites pelo celular. Com isso, a internet se popularizou e modificou a relação entre professores e alunos no modo de transmitir e consumir informação. Por isso, é importante saber como usar isso a favor do ensino e qual o papel do professor nos tempos de internet.

  • Com o desenvolvimento da tecnologia e com a facilidade de acesso a notebooks, muitos alunos preferem usar essa ferramenta para fazer anotações em vez do bom e antigo caderno. Ele é prático, consegue arquivar as mais diferentes aulas e anotações de maneira organizada e ainda permite que os alunos fiquem longe do peso dos cadernos. Mas será que é a melhor solução para a sala de aula e para a aprendizagem? Pesquisas apontam que não. Entre caderno ou notebook, o caderno ficou em primeiro lugar.

  • As escolas são um espaço de aprendizado e troca de experiências, mas também são uma prestadora de serviços a quem estuda e paga as mensalidades. Com isso, na perspectiva da gestão escolar, surgem problemas com a inadimplência.

  • Além de transmitir o conhecimento, é papel do docente colaborar para que o aluno saia sabendo conviver em sociedade e enfrentar as necessidades requeridas pelo mercado de trabalho, como por exemplo, o trabalho em grupo e a divisão de tarefas em equipe. 

  • Uma escola de qualidade está diretamente relacionada a uma boa gestão escolar. Uma instituição de ensino com profissionais que consigam ajudar na formação, desenvolvimento de habilidades e novos conhecimentos é essencial. Por isso, confira abaixo 5 boas práticas para o sucesso da gestão escolar.

  • Avaliar:

    A avaliação é um método que mede a eficiência e eficácia de uma determinada pessoa ou objeto. Tem sempre em vista o processo de melhoria contínua. No geral, quando falamos em avaliação, logo associamos à algo negativo, uma análise de imperfeições. Porém é através dessas análises que temos a chance de procurar melhorias no processo que estamos avaliando. No que diz respeito a uma pessoa, nós podemos considerar que muitos de nós gostamos de avaliar, porém poucos são os que gostam de ser avaliados, nesta condição, normalmente o profissional reage de forma defensiva por medo de ter um impacto negativo em sua carreira profissional, ou perante a outras pessoas.
  • A avaliação de alunos na Educação Infantil é uma das tarefas mais importantes e desafiadoras do trabalho docente, pois, como as crianças estão no inicio da sua vida social e educacional, as dificuldades, os erros e os avanços não podem ser apontados de maneira superficial e/ou incompleta. 

  • Muitas vezes quando ligamos para escolas e oferecemos o nosso sistema de gestão escolar, recebemos a resposta taxativa: “Não temos interesse, já temos sistema”. Normalmente esta informação já nos é passada pelo próprio atendente. Fazendo com que esta oportunidade nem chegue ao setor responsável. Mesmo tendo um sistema, que aparentemente atende as necessidades da escola vou deixar 6 sinais de que a escola pode repensar, e se abrir para novos projetos.

Categorias

Escolaweb | Todos os direitos reservados