Tablet na escola: como fazer com que o uso seja proveitoso?

O uso de ferramentas tecnológicas nas relações de aprendizagem é cada vez mais discutido hoje. Gradativamente, gestores e professores têm compreendido a importância da inserção de dispositivos e recursos multimídia na rotina escolar, tanto na aquisição do conhecimento quanto no método de gestão.

Nesse contexto, o uso do tablet na escola pode ser uma ferramenta para pôr em prática esses conceitos. Mas como conciliar os benefícios da tecnologia à distração que pode tomar conta dos alunos no contato com esse universo de possibilidades?

Para evitar que estas ferramentas auxiliares da prática pedagógica atrapalhem o processo de aprendizagem, existem inúmeras estratégias que mostram como extrair o máximo proveito dos meios multimídia e dispositivos eletrônicos nas escolas, tal como o tablet.

Animado? Listamos alguns tópicos para você ficar por dentro do assunto. Confira!

Preparar o terreno

Caso a sua instituição de ensino não esteja adaptada ao uso de novas tecnologias, o indicado é uma introdução gradativa do tema. Informe-se sobre o assunto e saiba identificar as principais vantagens da utilização desses meios. Dessa forma, será mais fácil implantar os novos sistemas e realizar as adaptações necessárias.

É fundamental a preparação estratégica do corpo docente, uma vez que coordenarão o uso dos novos recursos junto aos alunos. Para isso, faz-se necessário:

  • a constante oferta de cursos e palestras sobre o tema, uma vez que a formação continuada é de suma importância diante da incessante evolução dos meios utilizados;
  • conscientizar os educadores do seu papel primordial para o sucesso da implementação digital, instruindo-os quanto a importância de oferecer todo o suporte necessário aos alunos;

Percebe-se, portanto, que um corpo docente qualificado é imprescindível para o êxito na utilização dessas ferramentas.

Separar o prazer da obrigação

Uma vez tomadas as medidas preventivas adequadas, não haverá dificuldade na conscientização dos alunos acerca da implantação dos novos recursos. Ainda assim, são indicadas algumas práticas em sala de aula com o intuito de prevenir a distração dos alunos e o uso indevido dos tablets.

Veja algumas delas:

  • não permitir o uso do dispositivo durante a explanação da atividade;
  • elaborar uma estratégia didática antes de liberar o acesso aos tablets;
    limitar de forma clara as regras de utilização e os objetivos da atividade.
  • A organização e a definição de práticas salutares ajudam a manter a concentração dos alunos no cerne da atividade, evitando a dispersão no mundo de informações disponibilizado na palma das mãos.

Benefícios de usar o tablet na escola

Segundo a Federação Nacional de Escolas Particulares (FENEP), mais de 30% das instituições privadas de ensino no Brasil já fazem uso de dispositivos digitais no processo de aprendizagem, ratificando os benefícios de sua adoção. A UNESCO também elaborou um guia online (em inglês) sobre as vantagens da utilização de aparelhos móveis no âmbito educacional.

A seguir, elencamos alguns pontos para elucidar detalhadamente os benefícios da utilização de tablets na educação:

Produtividade

Considerando que, desde muito cedo, uma parcela significativa dos jovens brasileiros convive com a tecnologia, é de se esperar um aumento produtivo face à imersão e adaptação aos sistemas e a execução de comandos.

Desta forma, as tarefas tendem a ser concluídas com agilidade e sem maiores obstáculos.

Custo-benefício

Inicialmente, tem-se a impressão de que o investimento em novos métodos tecnológicos acarretaria em um gasto exagerado da verba institucional. Entretanto, muitas empresas de tecnologia apresentam programas de comercialização voltados para instituições de ensino, disponibilizando os aparelhos por um preço mais baixo.

Além disso, a utilização de um tablet conectado a uma rede de dados, pode apresentar custo mais baixo se comparado aos materiais didáticos impressos.

Interatividade

Neste cenário, as atividades multidisciplinares se tornam uma realidade palpável por meio de um recurso digital. A facilidade da abertura de aplicativos em multitarefa, por exemplo, pode auxiliar na confecção de breves apresentações, através do acesso de inúmeras mídias.

Assistência e personalização do ensino

A assistência de alunos portadores de necessidades especiais tem seu escopo facilitado através da utilização dos tablets, uma vez que as atividades podem ser personalizadas de acordo com o perfil de cada estudante.

Da mesma forma, a comunicação escolar tende a se beneficiar a partir desta abordagem.

Feedback em tempo real

O professor terá acesso imediato acerca das atividades propostas aos alunos, desta forma, pode-se integrar as avaliações quantitativas às qualitativas.

Estimular o uso do tablet visando o aprendizado

A utilização de dispositivos digitais, em ambiente escolar, pode acarretar um alto nível de distração diante do excesso de informação e usos envolvidos. Cabe ao coordenador das atividades propostas a manutenção destes fatores, transformando-os em estímulos lúdicos e construtivos.

Desta forma, jogos e aplicativos com interfaces recreativas fortalecem o processo de aprendizagem. Confira algumas aplicações que se enquadram nestes moldes:

  • Google Earth: possibilita a visualização de diferentes lugares do mundo através de imagens de satélite;
  • YouTube: plataforma de vídeos que fornece acesso aos mais variados conteúdos, como músicas, vídeo aulas, etc.;
  • Capture notes: ferramenta que possibilita a produção de notas e gravações de maneira mais acessível e organizada;
  • Pinterest: rede interativa de imagens e tendências, propiciando a gestão pessoal de conteúdo através dos “pins”;
  • iCalendar: serviço de calendário para organização de datas de entrega de trabalho e provas.

Existem muitos games educativos à disposição, que podem funcionar como uma espécie de recompensa após a execução das obrigações. Dessa forma, a possibilidade de distração dos estudantes é reduzida, delimitando de forma clara a existência de um período voltado para a diversão após o cumprimento de seus deveres.

Mas atenção! A utilização de novos modelos pedagógicos digitais não substitui a prática de atividades físicas e motoras dos alunos, fundamentais para um desenvolvimento integral.

Manter-se sempre atualizado

Inovar na escolha das metodologias, a serem adotadas no âmbito escolar, é uma tendência global. No entanto, elas, assim como os profissionais envolvidos, necessitam de atualização frequente.

A inserção da instituição de ensino no âmbito das novas tecnologias deve permear as escolhas do coordenar pedagógico, visando uma mudança paradigmática acerca da aprendizagem e dos meios adaptados.

Assim como a presença de dispositivos móveis na prática educacional, a escolha de um bom software de gestão é fundamental para adequar as atividades escolares às atuais demandas contemporâneas.

Gostou de saber mais sobre o uso de tablet na escola? Então compartilhe esse post nas suas redes sociais e debata o assunto com seus colegas de profissão!

Trackback do seu site.

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.

Share This