pagamento recorrente

Você sabe o que é o pagamento recorrente?

Grande parte das empresas que contratamos atualmente está adotando um modo em comum de cobrar os seus clientes pelos serviços oferecidos: o pagamento recorrente. A Netflix e o Spotify, por exemplo, têm opções de planos mensais ou anuais que são descontados automaticamente no cartão de crédito para que você não se preocupe com o pagamento de faturas e continue a ter o melhor do cinema e da música a todo momento.

Você sabia que esse modelo também pode ser adotado por outros tipos de negócio? Neste post, explicaremos a você quais são as principais vantagens do pagamento recorrente e como fazer para implementá-lo em sua escola. Continue a leitura!

O que é pagamento recorrente?

O modelo de pagamento recorrente é aquele em que a cobrança pela contratação é realizada de forma automática em uma periodicidade determinada entre a empresa e o cliente. Ele é recorrente porque, enquanto houver o pagamento do plano nos períodos estipulados, o serviço continua sendo prestado ao cliente.

A assinatura pode ser quitada pelo contratante por boleto bancário, débito automático ou cartão de crédito. Isso leva mais praticidade para o dia a dia de quem precisa da sua empresa e, ainda, possibilita que você ganhe vantagens competitivas em relação à concorrência por oferecer condições diferenciadas.

Quais são as principais vantagens desse modelo?

O pagamento recorrente não é uma novidade no mercado: academias, revistas e algumas operadoras de telefonia e TV já utilizam o modelo há um bom tempo. São tantas as vantagens e elas se adaptam tão bem às novas realidades de consumo, que muitas outras empresas estão adotando definitivamente esse formato. Conheça agora quais são os benefícios que o pagamento recorrente pode trazer também para a sua escola:

Reduz a inadimplência

Um cenário de alta inadimplência é muito preocupante para qualquer escola, já que os custos desse serviço são altos. A falta de pagamento é mais comum por problemas financeiros na família, mas, em alguns casos, é por esquecimento da data de pagamento de mais uma conta dentre tantas que fazem parte da rotina dos pais e responsáveis.

O risco de não pagamento diminui com a automatização do processo de cobrança, pois os pais recebem alertas por e-mail ou SMS sobre os prazos para quitação dos boletos, bem como de possíveis falhas de processamento quando o desconto ocorre por débito em conta corrente ou cartão de crédito.

Fideliza os clientes

A possibilidade de escolher a melhor data e a forma de pagamento são alguns diferenciais que podem fazer os pais e responsáveis optarem pelo seu colégio e, ainda, continuarem até a conclusão do período escolar. Afinal, no momento de decidir onde os filhos estudarão, a possibilidade de manter a saúde financeira ao pagar a instituição de ensino é um dos pontos analisados pelas famílias.

Melhora o controle financeiro

Quando você sabe exatamente quais são as datas e os valores que receberá pela da assinatura do serviço, torna-se mais fácil fazer todo o controle financeiro da sua escola. É possível identificar, com mais facilidade, quantos alunos já fizeram os pagamentos e calcular margens de cancelamento e renovações, por exemplo. A partir dessas informações, e com o apoio de uma análise de dados mais aprofundada, você consegue:

  • otimizar o seu processo de tomada de decisão;
  • planejar melhor como arcar com as despesas do colégio;
  • negociar prazos com fornecedores;
  • acompanhar mais de perto todas as movimentações financeiras realizadas.

Aumenta a produtividade

Automatizar a cobrança com o pagamento recorrente faz com que a sua equipe financeira ganhe mais tempo para dedicar-se a atividades que exigem maior concentração e esforço e aumentar a produtividade, já que, com esse modelo, não é necessário ligar individualmente para cada um dos contratantes para lembrá-los do pagamento.

Como aplicar o pagamento recorrente na escola?

Ao optar por esse modelo, é preciso que o setor financeiro da sua escola esteja preparado para conhecê-lo melhor e seguir algumas boas práticas que ajudam a tornar a aplicação do pagamento recorrente mais simples e trazem um retorno mais rápido quanto aos benefícios dessa novidade para a sua escola.

Escolha os métodos de pagamento

Um dos primeiros passos para implementar o pagamento recorrente é escolher as formas pelas quais a sua escola aceitará receber. Para entender quais são as preferências dos pais e responsáveis, você pode realizar uma pequena pesquisa com todos, analisar a viabilidade e definir se aceitará boleto bancário, débito automático, cartão de crédito ou, até mesmo, as três opções.

Esteja atento às métricas

A adoção de um novo modelo de pagamento exige que você acompanhe também algumas novas métricas para entender se esse método está dando certo e como anda a saúde financeira da escola. Alguns exemplos são:

  • Churn, que é a taxa de cancelamento do serviço;
  • Lifetime Value (LTV), que mensura quanto tempo, em média, os seus clientes se mantém na sua escola depois de contratado o serviço;
  • Custo de Aquisição por Cliente (CAC), que é quanto você gasta para conquistar cada novo aluno;
  • e, principalmente, o Monthly Recurring Tevenue (MRT), que é o cálculo mensal de quanto o colégio está recebendo pelo serviço assinado.

Contrate um sistema de gestão

Para tornar o seu processo de cobrança ainda mais efetivo, você pode contar com a ajuda de um sistema de gestão que atenda às especificidades do setor. É preciso ficar atento para ver se a solução contratada é a mais completa para você, permitindo a emissão de boletos bancários para todas as instituições financeiras no Brasil, ajudando na comunicação automática com os pais e responsáveis, além de oferecer acesso a relatórios completos de todo o andamento da operação financeira.

Escolher qual será o modelo de pagamento oferecido para quem se matricula na sua escola pode ser um grande desafio, mas vale a pena conversar com o seu público e apresentar a possibilidade de pagamento recorrente, que já é utilizada por tantas empresas de diferentes segmentos. Com esse caminho, a sua escola terá um maior controle financeiro e, ainda, trará outros benefícios para todos.

Gostou deste conteúdo? Então siga a nossa página no Facebook e o perfil no Instagram para acompanhar todas as nossas novidades!

Como ter um planejamento financeiro eficaz na sua escola?

Parte fundamental de toda organização escolar, o planejamento financeiro é algo de extrema importância. O principal motivo é que, com ele, será possível traçar praticamente tudo o que pode ser feito durante o ano letivo, assim como definir prioridades e identificar gastos a serem cortados. Ou seja: sua ausência deixaria a escola andando no escuro em termos financeiros.

Descubra como deixar a gestão de compras mais eficiente

Ter uma gestão de compras eficiente é imprescindível para o bom funcionamento de uma escola. Isso porque não basta atingir a meta de matrículas e ter a receita equilibrada se os ganhos são desperdiçados em aquisição de material excedente, desnecessário ou com mau uso.

Uma boa gestão não se faz apenas com anotações do que há no armário e aquisição dos produtos que estão em falta, é preciso descobrir os melhores fornecedores, negociar preços e automatizar processos. Tudo isso vai garantir economia para a escola e otimização do tempo para o gestor escolar.

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.