Assembleias escolares: saiba como e quando criar

Como você promove a solução de problemas e o debate de ideias em sua instituição? Costuma realizar assembleias escolares para a resolução de conflitos? É sobre essa prática que falaremos no post de hoje.

As assembleias são reuniões cujo objetivo é discutir problemas que afetam a todos, e sua proposta é debater as melhores formas de solucioná-los. O mesmo acontece com as assembleias escolares, mas em um caráter educativo: no contexto escolar, elas visam promover o espírito democrático dentro da instituição, educando a equipe a discutir e a buscar o bem comum.

Como as decisões são coletivas, as assembleias fazem com que professores, gestores, pais e os próprios alunos dialoguem e busquem, em conjunto, alternativas que sejam viáveis e que contemplem sempre a maioria. Tratando-se do ambiente escolar, local em que convergem diversos interesses distintos, é importante que todo o processo seja feito de forma organizada e com a participação ativa dos gestores.

Está pensando em adotar assembleias na resolução de conflitos da sua instituição de ensino? Veja algumas dicas de como proceder:

Quando criar assembleias escolares?

Uma das grandes dúvidas de gestores ao criar as assembleias é saber se é preciso estabelecer uma periodicidade ou se elas devem ser feitas quando necessário. É importante considerar a dinâmica das instituições de ensino e outras questões que possam influenciar as relações dentro da escola. Acompanhe!

Quando há problemas de convívio

As assembleias escolares podem ser convocadas quando há problemas frequentes de convívio entre os alunos e entre os demais grupos.

Por exemplo, se existe algum conflito entre os alunos pelo uso de materiais escolares ou mesmo a importância de estabelecer limites, como a necessidade de levantar a mão para responder a questões dos professores durante as aulas, isso pode ser decidido em assembleia.

Mas para ter conhecimento dessas situações, é preciso estar sempre em contato com a equipe escolar, ou seja, conversar sempre com pais, alunos, professores e demais colaboradores.

Quando há questões que afetam vários grupos

Os professores também podem se reunir com os gestores para definir questões estratégicas de interesse da escola e aspectos que possam melhorar o seu trabalho.

Há necessidade de grupos de estudos entre os professores? Se houver, é importante que os próprios interessados discutam e decidam sobre isso em vez de estabelecer a medida de forma impositiva por parte dos gestores.

É preciso que seja feita a limpeza das salas de aulas em horário diferente do habitual? Então, professores e equipe da limpeza devem conversar a respeito, explicar os pontos de conflito e chegar a uma conclusão que agrade a maioria.

É válido estabelecer uma periodicidade?

Tudo depende da necessidade da escola. No entanto, para que nunca se perca o hábito de fazer reuniões gerais, como gestor, você pode sugerir que sejam feitas ao menos uma reunião por semestre.

Ao longo do ano, verifique a necessidade de que sejam feitas reuniões ordinárias com todo o grupo escolar, incluindo pais e alunos. Sugira aos professores que se reúnam com os discentes caso hajam questões internas que digam respeito ao convívio em sala de aula.

Quais os tipos de assembleias escolares?

De acordo com Ulisses Araújo, professor da Escola de Comunicação e Artes da USP e que desenvolveu um trabalho sobre gestão escolar, há dois tipos de assembleia.

O primeiro tipo é aquele que é feito em sala de aula com alunos e com o professor, no qual se debatem quais problemas de convívio precisam ser solucionados. O segundo se relaciona com os princípios de democracia representativa, isto é, os alunos elegem representantes que devem participar das reuniões com gestores, professores e demais colaboradores, levando a eles os problemas, dúvidas e questionamentos dos demais alunos.

Para que o segundo tipo de assembleia aconteça, porém, é preciso que os alunos se reúnam constantemente para definir os assuntos que serão tratados por seus representantes em reunião.

Como organizar as assembleias?

Como gestor, você pode definir as pautas que vão ser discutidas na reunião. Para isso, solicite aos professores que conversem com os alunos antes de definir as pautas ou então adote outras formas de saber o que pensam. Por exemplo, colocando um cartaz em local visível a todos e solicitando que preencham com assuntos que possam ser tratados em reunião.

Em seguida, verifique quais são os temas mais relevantes, mais frequentes e que mais têm impactado no dia a dia da equipe. Uma vez estabelecidas as pautas, envie convites aos pais com a data da reunião, o horário e os assuntos que serão tratados.

No dia da reunião

Estabeleça a melhor forma de comunicação com os presentes. Sempre explique com detalhes qual o assunto a ser tratado e abra para participação de quem quiser trazer argumentos ou possíveis soluções. Peça para que haja silêncio quando alguém estiver falando.

Se houver votação e a quantidade de pessoas for grande, utilize o recurso de contraste visual para contagem dos votos. Preze pela ordem, pela participação ordenada de todos e pela transparência nas decisões. Lembre-se de que as pessoas devem sair das assembleias com a sensação de que os conflitos serão minimizados e as soluções aplicadas.

Como implantar as decisões das assembleias escolares?

Ao longo da reunião, é importante que as discussões sejam anotadas e registradas em atas, que precisam ser assinadas pelos representantes de cada grupo (professores, pais, alunos e demais integrantes da equipe escolar). Em seguida, você deve realizar os encaminhamentos, isto é, colocar em prática o que ficou definido nas reuniões.

As questões internas precisam ser resolvidas pelos professores, mas você deve confirmar se as soluções têm sido de fato colocadas em prática. Converse sempre com os coordenadores pedagógicos para saber se os conflitos foram atenuados.

Para saber se todos estão satisfeitos, implemente questionários de opinião para toda a equipe, abordando os encaminhamentos feitos e as atitudes tomadas ao longo do ano. Lembre-se que uma equipe satisfeita é saldo positivo para a instituição!

Você já costuma utilizar assembleias escolares em sua instituição? Que tal saber mais sobre melhorias e medidas que podem ser implementadas em seu ambiente de trabalho? Assine nossa newsletter e continue acompanhando outros conteúdos relevantes para aprimorar sua gestão!

Trackback do seu site.

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.

Share This