Como um coordenador deve fazer a observação em sala de aula?

A principal função do coordenador pedagógico é dar suporte ao trabalho do professor, identificando problemas e propondo as devidas soluções.

Seja para atuar em casos específicos — como o desempenho de determinado aluno, por exemplo — ou para identificar um processo da escola que precisa ser revisto, é importante que o coordenador tenha contato direto com o ponto central da escola: a sala de aula.

Mas qual é a melhor forma de fazer a observação em sala de aula? Você sabe quais são as estratégias necessárias para vencer a resistência dos professores e não causar incômodo nos alunos? Nós te contamos no post de hoje!

Antes de entrar na sala, marque com o professor

Os professores planejam cada momento da aula, e o tempo costuma ser muito bem contado. Se você chegar de surpresa e interromper uma atividade, poderá causar uma situação desconfortável.

Além disso, se você simplesmente entrar na aula sem aviso, correrá o risco de ser visto como um invasor. Antes de fazer a visita, converse com o professor e saiba qual é o melhor horário, garantindo que ele esteja preparado para te receber.

Explique ao professor quais são os objetivos da visita

Você não quer que o professor pense que está sendo vigiado, certo? Então, quando marcar a visita, aproveite para explicar quais são os motivos. Se for algo relacionado ao desempenho dele, fale com cautela e faça-o entender que a observação em sala de aula é uma forma de auxiliá-lo.

Vamos supor que você esteja indo àquela sala por causa de uma reclamação da turma sobre a didática do professor. Se você disser isso ao profissional de forma direta, ele pode criar uma forte resistência a ouvir suas sugestões ou simplesmente mudar o comportamento enquanto você estiver na sala.

Leia também  Veja 6 motivos para aplicar simulados de provas para seus alunos

Se esse for o caso, diga ao professor que notou que os alunos estão tendo dificuldades naquela matéria e que você deseja entender quais são os motivos, abrindo-se para que vocês resolvam o problema em conjunto.

Monte uma pauta de observação

Muitas coisas acontecem no decorrer de um dia de aula. Você pode perceber que um aluno está com dificuldades em acompanhar a turma, que alguns estudantes não respeitam o professor, que o material didático está inadequado, que atividades externas estão atrapalhando a concentração dentro da sala, entre várias outras questões.

É claro que é importante estar atento a tudo, mas você precisa manter o foco no que te levou até àquela turma. Para se organizar nessa hora, monte uma pequena pauta com todos os pontos cruciais na sua observação e confira-a enquanto estiver na sala, certificando-se de que terá insumo suficiente para resolver o problema depois.

Não tente dividir sua concentração entre várias situações simultâneas: caso perceba algum detalhe que precisa de atenção, marque uma nova visita.

Ao entrar na sala, converse com os alunos

Quando entrar na sala, peça ao professor que te apresente. Então, explique resumidamente aos alunos qual é o seu papel e por que motivo estará acompanhando as aulas daquele dia (ou naquele determinado período, dependendo do tempo que for durar a observação).

Lembre-se de não expor pessoas e jamais desautorize ou contradiga o professor na frente da turma.

Lembre-se que você não está participando da aula

Faça com que sua presença seja o mais sutil possível, afinal, você quer observar uma aula normal e esse não será o caso se você estiver interagindo e participando dela. Procure um lugar no fundo da sala e permaneça em silêncio; não interrompa a aula e só faça algum comentário se for realmente necessário — e sempre com a autorização do professor.

Leia também  Escola do futuro: sua instituição está preparada?

Anote todos os detalhes

Por mais que considere sua memória excelente, não confie nela. Assim que você sair da sala, pode até ser que as lembranças sejam muito claras, mas com o passar dos dias elas ficarão cada vez mais confusas e você correrá o risco de perder detalhes importantes.

Para evitar o esquecimento, anote todas as suas observações em tópicos e, assim que terminar a visita, escreva um pequeno relato sobre cada uma delas.

Dê um feedback ao professor

Seja qual for o motivo da observação, o professor merece saber quais foram as suas conclusões. Marque uma conversa com ele e explique suas anotações detalhadamente, deixando que ele opine e esclareça os pontos que considerar necessários. Mostre que está aberto ao diálogo e proponha que as soluções sejam construídas em conjunto.

Durante o feedback, lembre-se de destacar também os pontos positivos da aula para que ele perceba que você não está lá somente para apontar defeitos. Boas práticas, tanto dos professores quanto dos alunos, devem sempre ser valorizadas.

Entenda que a observação em sala de aula é só uma parte do plano

Pelas dicas, você já deve ter percebido que o acompanhamento começa bem antes da sua entrada na sala. No entanto, agora é preciso entender que ele não termina quando você sai: você precisa estudar o material coletado, comparar com as hipóteses que tinha antes e tentar formar conclusões.

Você está lidando com o aprendizado dos alunos, então é muito importante que consiga reunir informações claras e que não restem dúvidas sobre as medidas que precisam ser tomadas. Se ainda precisar de algum esclarecimento mesmo depois do feedback com o professor, não hesite em procurá-lo novamente, quantas vezes achar necessário.

Leia também  Saiba como contratar os melhores professores para sua instituição de ensino!

A observação em sala de aula é uma ferramenta essencial, que certamente será muito útil se for utilizada da forma correta. Se mesmo com todas as dicas acima os professores ainda mostrarem resistência à ideia das visitas, vale a pena organizar uma reunião com toda a equipe para explicar que o acompanhamento pedagógico é um aliado e só traz benefícios, tanto à escola quando aos alunos!

Lembre-se de que você não está trabalhando sozinho e peça ajuda sempre que for preciso. O trabalho em equipe e o alinhamento entre os gestores são fundamentais para o sucesso de qualquer estratégia.

Agora, que tal saber um pouco mais sobre o trabalho de gestão? Entenda o que é o trio gestor e como ele ajuda a melhorar a instituição de ensino!

Trackback do seu site.

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.

Share This