Como usar a tecnologia nas práticas pedagógicas

Como usar a tecnologia nas práticas pedagógicas

Os professores enfrentam atualmente o desafio de tornarem suas aulas mais interessantes. Estamos ensinando uma geração focada na tecnologia, cuja paciência para aulas tediosas é inexistente. O que fazer, então, para que nós, educadores, nos adequemos a estes estudantes ansiosos e sedentos por inovação?

É preciso que o docente parta do pressuposto que não se deve evitar a tecnologia em sala de aula, mas sim fazer dela uma aliada no processo pedagógico. Os educadores atuais necessitam reconhecer e saber trabalhar com a tecnologia a seu favor.

Entretanto, para que a pedagogia digital seja proveitosa, ela deve ser muito bem elaborada e fazer parte do conteúdo que desejamos que o aluno apreenda. Utilizar tecnologia apenas para que as aulas sejam motivadoras, sem que tenham propósito, é inútil. Daí vem a importância de que o professor, na escolha do material tecnológico a ser utilizado, saiba qual a finalidade do uso desta ferramenta, e o que ele anseia que os alunos retenham após esta atividade. Todo exercício baseado em tecnologia deve ser criteriosamente selecionado, com base no nível de desenvolvimento educacional do aluno, do currículo escolar, e de quais habilidades serão desenvolvidas neste processo.

Eis algumas estratégias e práticas pedagógicas para bom uso e seleção de materiais digitais:

1. Desenvolva seu trabalho tendo em vista a inclusão

Ao implementar-se as aulas com tecnologia, é necessário certificar-se de que todos os alunos podem fazer parte dela de forma ativa. Mesmo desta geração digital, não se pode esperar que todos saibam como desenvolver um blog, por exemplo. Verifique com antecedência se todos os seus alunos estão aptos a utilizar a ferramenta que você deseja e tenham acesso à mesma. Caso seja preciso, e se for possível, leve seus alunos ao laboratório de mídia de sua escola, para que possam se familiarizar com a tecnologia que você pretende utilizar.

Leia também  A importância da inovação e tecnologia para o ambiente escolar

2. Incentive a colaboração

Hoje em dia, nota-se que há uma preocupação crescente dos empresários para que seus colaboradores trabalhem em conjunto, pois sabemos que, dentre as muitas habilidades requeridas de profissionais, estão a capacidade de relacionar-se bem entre seus pares e colaborar para resolver problemas em grupo. Desenvolver atividades que possam explorar tais habilidades ajudará o aluno a interagir com outras pessoas de modo colaborativo, o que o auxiliará futuramente no campo profissional e social.

3. Faça proveito do espírito de competição

Os seres humanos gostam de competir, sobretudo crianças e adolescentes. Você pode fazer uso de quizzes ao final de suas aulas, a respeito da matéria que lecionou no dia específico. Com certeza seus alunos se esforçarão para prestar atenção nas aulas e ganhar o maior número de pontos possível. Você pode até estipular um prêmio para a sala se, por exemplo, todos conseguirem obter uma média de 80% das respostas certas. Use sua criatividade para desafiar seus alunos de forma motivadora.

Lembre-se: o uso da tecnologia sempre deve ter um propósito pedagógico. Utilizá-la apenas para implementar novas ferramentas em suas aulas com o único intuito de torná-las mais atraentes pode fazer com que você perca sua credibilidade perante seus alunos. Use o tempo necessário para pensar sobre o que deseja alcançar e procure pela melhor tecnologia, que melhor se ajuste a você e seus alunos, seja simples de usar e ajude-os a atingirem seus objetivos.

Você tem sugestões de boas práticas pedagógicas? Compartilhe conosco!

Baixe também nossos materiais educativos.

Deixe um comentário

ADICIONE SEU EMAIL
Junte-se ao grupo de pessoas que recebem nossos emails.

Share This